Presidente do TSE alerta sobre os riscos da adoção do voto impresso

Luis Roberto Barroso opinou nessa quarta-feira (9), em debate da comissão geral da Câmara dos Deputados

O presidente do TSE, Ministro Luis Roberto Barroso, participou, nessa quarta-feira (9), de um debate da comissão geral da Câmara dos Deputados sobre propostas de emenda à Constituição. Durante a audiência pública, ele afirmou que o voto impresso aumenta o risco de fraude. Assista à reportagem completa:

“Ele foi implantado aqui no Brasil em 1996 e nunca se documentou sequer um caso de fraude desde então. Todos os senhores foram eleitos por esse sistema de controle eleitoral”, afirmou o ministro.

Ainda segundo Barroso, a adoção da medida seria um retrocesso para uma fase do processo eleitoral no Brasil, que foi historicamente marcado por fraudes, e, por isso, substituído. Para ele a adoção do voto impresso seria “uma solução desnecessária, para um problema que não existe”.

O debate ainda teve como tema também a PEC que proíbe eleições próximas a feriados.