Prefeitura vai contratar 100 estagiários para fiscalizar protocolos da Covid-19

Estudantes da área da Saúde devem começar a atuar neste mês de janeiro, na orla, shoppings e mercados

O prefeito JHC autorizou um processo seletivo para a contratação de 100 estagiários da área da Saúde para atuarem como fiscais do cumprimento dos protocolos de combate à Covid-19 em Maceió.
A informação foi confirmada nessa quarta-feira (13), pelo coordenador do Gabinete de Gestão Integrada para o Enfrentamento à Covid-19, Claydson Moura, após reunião durante a manhã, para definir detalhes sobre as ações do GGI com as secretarias municipais.
Os fiscais irão atuar nos bares e restaurantes da capital para averiguar o cumprimento das regras do decreto que liberou a música ao vivo nos estabelecimentos. Na orla, feiras e mercados, serão cobrados o uso de máscara, o distanciamento social e medidas de higienização. 
Os fiscais também irão atuar nos shoppings e, futuramente, em outros setores econômicos que podem ter liberação de funcionamento atrelada a regras de segurança sanitária.
Apesar de o processo seletivo ainda não ter sido realizado, a expectativa do GGI é que os profissionais comecem a atuar ainda este mês. Os contratos serão temporários e vão durar, no mínimo, seis meses.
"Em um primeiro instante, a ação será educativa e de orientação. No segundo instante, se a pessoa ou o estabelecimento insistirem em disseminar o vírus, em não cumprir os protocolos, serão punidos. Para os bares e restaurantes, pode até haver suspensão de alvará. Essa tem que ser uma luta de todos nós. Ou damos as mãos ou viramos estatística", ressaltou o coordenador.
A fiscalização contará com, ao menos, uma equipe fixa na orla, além de grupos circulando pela cidade em vans, e vai atuar todos os dias, inclusive nos finais de semana.