Polícia prende 21 pessoas em ação contra pedofilia na capital paulista

Operação Paidós apreendeu 315 dispositivos eletrônicos e 493 mídias

A Polícia Civil de São Paulo prendeu hoje (19) em flagrante 21 pessoas em uma operação para o cumprimento de mandados de busca e apreensão contra suspeitos de armazenar, produzir e comercializar fotos ou vídeos de abusos contra crianças e adolescentes. A maioria das prisões ocorreu na zona norte da capital.

Na operação, denominada Paidós, 315 dispositivos eletrônicos e 493 mídias, como CDs e DVDs, foram apreendidos pelos policiais em 50 endereços. “Coletamos muito conteúdo pornográfico. Agora vamos analisar e individualizar a conduta de cada um”, destacou o diretor do Departamento de Polícia Judiciária da Capital (Decap), delegado Albano David Fernandes.

Os presos foram autuados por adquirir, possuir ou armazenar fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena pornográfica ou de sexo explícito envolvendo criança ou adolescente. De acordo com a polícia, as investigações vão prosseguir para a identificação dos produtores do conteúdo.

A ação foi coordenada pelo Decap e teve participação de 160 agentes e 60 viaturas.