"Destruiu uma família inteira", diz parente de criança de seis anos morta após ser atropelada com mãe e irmão

Mãe atravessava rodovia, quando foi atropelada junto com os dois filhos; um deles morreu

O final de semana que celebrou o domingo do Dia das Mães foi violento no trânsito pelas rodovias de Alagoas. Cinco mortes foram registradas pela Polícia Rodoviária Estadual e Federal e dentre as vítimas estão duas crianças. Uma de seis anos e outra de dois anos de idade.

Um dos acidentes foi registrado na AL-101 Sul. As vítimas eram mãe e dois filhos de seis e dois anos. Dayane Vital esperou os carros passarem na rodovia, mas isso não evitou que eles fossem atropelados. Ao atravessar a estrada próximo à Massagueira, eles foram atingidos pelo veículo.

O acidente resultou na morte do menino Bernardo de seis anos, que morreu no local. O filho mais novo e a mãe tiveram ferimentos leves.

De acordo com informações colhidas pela TV Gazeta, o motorista que atropelou apresentava sinais de embriaguez e estava ao telefone, enquanto dirigia.

A família afirma estar abalada com o que aconteceu. "O impacto foi muito grande e a perda é incomparável. Ele era um menino alegre, com todo o futuro pela frente. E por uma pessoa que, por conta do álcool e curtição, acabou tirando a vida de uma criança", afirmou o primo de Dayana, Ulisses Banccoph.

Parentes pedem Justiça. "Destruiu uma vida. Destruiu uma família inteira. E a gente quer Justiça sim. Ele tem que se responsabilizar pelo seus atos", complementa Ulisses.

Ainda não há informações sobre o paradeiro do motorista que provocou o acidente.

Outro acidente que acabou tirando a vida de três pessoas da mesma família foi registrada também no domingo. Desta vez, na mesma rodovia, mas próximo à Barra de São Miguel.

As vítimas eram uma criança de dois anos e o casal, Maria Damiana, de 28 anos e Antonio Marcos, de 29 anos, ambos tios da criança.

*Com TV Gazeta