Pai diz que continua com dificuldades para receber laudo de bebê que morreu

Hospital da Mulher Dr.ª Nise da Silveira/Casa de Saúde e Maternidade Nossa Senhora de Fátima informou que tentativas de entrega foram feitas

A família que denunciou o desaparecimento do corpo de um bebê na Maternidade Nossa Senhora de Fátima, em Maceió, informou à Gazetaweb que, ao contrário do que a unidade de saúde diz, continua com dificuldades para obter o prontuário do bebê. No entanto, por meio de nota enviada nesta quarta-feira (11), o hospital informou que as tentativas de entrega do documento aconteceram.
Oai do bebê, Issael Carlos relatou que, mesmo sendo acionados pela maternidade, não conseguiram fazer a retirada do documento. Uma ação, de acordo com a advogada Michelle Uchôa, será impetrada junto à Justiça. 
Por sua vez, o Hospital da Mulher Dr.ª Nise da Silveira/Casa de Saúde e Maternidade Nossa Senhora de Fátima informou que disponibilizou a cópia do prontuário ao requerente na tarde da última segunda-feira (9). 
Ainda de acordo com as informações da equipe da recepção, ao comparecer na unidade "o requerente não quis esperar o tempo determinado para ser atendido e acabou se retirando do local". 
Mesmo assim, ainda conforme a nota, "a coordenação do Serviço de Arquivamento da unidade hospitalar entrou em contato, para informá-lo que um profissional levaria o documento até ele, no entanto, o mesmo disse que não tinha mais interesse e que, portanto, a retirada da cópia seria realizada de forma judicial".