Pacientes com comorbidades ainda são maioria entre os óbitos por Covid-19 em AL

Das quatro vítimas que vieram a óbito nas últimas 24h, três delas tinham comorbidades como diabetes, hipertensão e doença cardiovascular

Os pacientes com comorbidades ainda somam entre os principais casos de óbitos por Covid-19 em Alagoas. O último Boletim Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), divulgado no final da tarde deste sábado (25), reforça essa tendência ao mostrar que das quatro vítimas que vieram a óbito nas últimas 24h, três delas tinham comorbidades como diabetes, hipertensão e doença cardiovascular.

São três vítimas da capital e uma do interior do Estado. As vítimas de Maceió eram um homem de 62 anos e duas mulheres de 51 e 64 anos. O homem de 62 anos era diabético, hipertenso e morreu em seu domicílio; a mulher de 51 anos era portadora de doenças cromossômicas e morreu também em casa; e a mulher de 64 anos tinha doença cardiovascular, diabetes, hipertensão e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió.

Em relação à vítima que residia no interior do Estado, era um homem de 77 anos. Ele residia em Cacimbinhas, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Clodolfo Rodrigues, em Santana do Ipanema.

O Boletim Epidemiológico da Sesau também confirma 56 novos casos de Covid-19 em Alagoas. O estado tem um total de 237.944 casos confirmados do novo coronavírus até o momento, dos quais 418 estão em isolamento domiciliar.

Outros 231.102 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, portanto, estão recuperados da doença. Há 4.422 casos em investigação epidemiológica. Alagoas também registra 6.193 óbitos por Covid-19.

*Com informações da Secretaria Estadual de Saúde