Muro de nova subestação da Equatorial recebe homenagem alusiva ao bairro de Ipioca

Pintura, conhecida como muralismo, conta com elementos que retratam cultura e história da região

Quem passa pela nova subestação da Equatorial Alagoas, localizada no bairro de Ipioca, em Maceió, percebe que o empreendimento abriga um colorido especial. O branco do muro abre espaço para uma explosão de cores e pinturas que retratam a cultura e história de uma das regiões mais paradisíacas do Estado, porta de entrada para a Área de Proteção Ambiental Costa dos Corais, maior unidade de conservação federal marinha costeira do Brasil.

A arte, conhecida como muralismo, ou pintura mural, se diferencia do grafite por ter uma intenção mais decorativa e, principalmente, didática. A subestação de Ipioca é a primeira de Alagoas a ter a técnica registrada em seu muro, mas, segundo a Equatorial, a iniciativa já está presente em outras distribuidoras do Grupo, como Piauí, Pará e Maranhão.

Muro de nova subestação da Equatorial recebe homenagem alusiva ao bairro de Ipioca - Foto: Assessoria

Cores que se transformam em obra de arte

A executiva de Comunicação, Marketing e Sustentabilidade da Equatorial Alagoas, Isa Mendonça, destaca a importância do trabalho e explica que, no grupo Equatorial, as artes desenhadas nos muros das subestações, geralmente expõem elementos que orientam sobre o uso consciente da energia, bem como dá dicas de segurança. Entretanto, devido à localização da subestação, a ideia se transformou, se aprimorou e ganhou uma nova proposta – voltada, principalmente, à valorização da diversidade histórica, cultural e turística da região.

A Praia de Ipioca é retratada por meio de elementos aquáticos, como peixes e ondas, além dos coqueirais. A Igreja de Nossa Senhora do Ó, vinculada diretamente ao surgimento e crescimento do bairro, também ganha espaço e ilustração especial no muro.

“Além de passar conhecimento à população, essa é uma maneira de valorizar o trabalho de artistas locais, formando uma rede de cultura e comunicação pautada pelos princípios da economia criativa, respeito à pluralidade e diversidade”, afirma a jornalista. Ela reforça que a pintura no muro da subestação vai tornar as viagens pelo litoral norte ainda mais prazerosas. “Quem passar pelo local, com certeza vai se encantar e ser impactado pelo visual colorido do muro da nossa subestação”, completa.

Sobre o muralismo

O muralismo é uma expressão artística cultivada nas civilizações gregas e romanas, com grandes exemplos no Renascimento. Com o tempo, seu estilo foi mudando, sofrendo alterações e, hoje, está ligado à um estilo mais contemporâneo de arte, implicando em algo mais livre e pessoal.

A artista alagoana Ser’tão foi responsável por levar o colorido à subestação, por meio de tintas, pincéis, talento e, claro, muita criatividade. A artista se define como “multiversa, performática, experimentalista e contemporânea”. Esses quatro adjetivos, ou a mistura de cada um deles, foram os grandes responsáveis pelo ineditismo do projeto.

“O processo criativo foi intuitivo, mas na história do próprio bairro, que é tão importante para a nossa terra. A medida que a gente trabalha em cima da arte ela vai crescendo, se desenvolvendo e se tornando ainda mais viva. Tenho certeza que ela vai deixar o dia da pessoa que passar por aqui muito mais alegre”, finaliza.