Movimento nas Centrais de Triagem cresceu mais de 20% em janeiro

Foram 908 atendimentos a mais nos dez primeiros dias do mês, quando comparado com o mesmo período de dezembro

As Centrais de Triagem de Covid-19 em Maceió e Arapiraca registraram um aumento de 22,4% nos atendimentos nos primeiros dez dias do mês de janeiro, quando comparado com o mesmo período do mês anterior. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), foram 4.956 atendimentos, contra 4.098 em dezembro.
O aumento de 908 usuários atendidos vem se refletindo, também, no Boletim Epidemiológico divulgado diariamente pela pasta, onde é visível um aumento significativo na curva de contágio da doença no Estado de Alagoas. O crescimento chega a 145% no número de casos confirmados na comparação dos períodos.
A Central de Triagem de Arapiraca atendeu 1.300 pessoas entre os dias 1º e 10 de dezembro do ano passado, contra 1.439 no mesmo período de janeiro. Em Maceió, foram 2.748 contra 3.517 no mês corrente. Em ambas, foram 137 casos confirmados no período de dezembro. Janeiro viu esse número subir para 337.
O usuário que necessitar de atendimento nas Centrais de Triagem para Covid-19 deve portar o Cartão SUS, comprovante de residência e documento de identificação com foto. Quanto à aplicação do teste rápido para detecção da doença provocada pelo novo coronavírus, ele é prescrito, apenas, se o usuário estiver apresentando os sintomas - coriza, tosse, febre e falta de ar - há pelo menos oito dias, conforme protocolo do Ministério da Saúde (MS).
As unidades funcionam todos os dias da semana, 24 horas por dia. A Central de Triagem de Maceió está localizada no Ginásio do Sesi, no bairro Trapiche, em frente ao Hospital Geral do Estado (HGE). Já a Central de Triagem de Arapiraca, está instalada no Ginásio João Paulo II, no bairro Senador Teotônio Vilela.