Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > GERAL

Morre alagoana que ajudou a polícia do RJ a prender PMs e traficantes

Joana Zeferino da Paz, conhecida como 'Dona Vitória', era tida como heroína; ela morreu na Bahia, aos 97 anos

Morreu, nessa quinta-feira (23), aos 97 anos, a alagoana Joana Zeferino da Paz, conhecida como 'Dona Vitória'. Tida como heroína, nos anos 2000, por meio de uma série de filmagens feitas da janela de sua casa, a aposentada deu origem à investigação que levou à prisão mais de 30 pessoas, dentre traficantes e policiais militares, ligados ao tráfico na Ladeira dos Tabajaras, favela de Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Ela morreu na Bahia.

O caso de Joana foi revelado em 2005, pelo Jornal Extra. Inclusive, nessa quinta, o jornal revelou os bastidores da história e o verdadeiro nome da idosa. Joana morreu após 17 anos vivendo sob um anonimato forçado, por questões de segurança, segundo a publicação.

Leia também

Em seu testemunho publicado no Extra, o jornalista Fábio Gusmão, que fez a reportagem à época e seguiu acompanhando o caso, conta que Joana deixou o imóvel onde viveu por 36 anos para ingressar no Programa de Proteção à Testemunha. Após isso, começou, ali, uma vida de "privações, angústia, desapego e resiliência", conta Gusmão: "O seu desejo, há anos, era ter o reconhecimento público", escreveu.

Gravações pela janela

Segundo matéria do g1 Rio de Janeiro, Joana morava num apartamento, na Praça Vereador Rocha Leão, que dava para a Ladeira dos Tabajaras. Pela janela, começou a ver a movimentação de traficantes em uma boca de fumo.

O Extra apurou que ela entrou com uma ação contra o Estado devido à desvalorização de seu imóvel. A ideia de filmar veio para desmentir a alegação, dentro da ação judicial, de um coronel da PM, que disse que a moradora mentia sobre a existência do tráfico, que seria combatido pelo batalhão.

Joana decidiu, então, comprar uma câmera de filmar e gravar as cenas que via diariamente. Nas imagens, era possível ver traficantes armados e vendendo drogas. As fitas foram entregues à Polícia Civil, que deu início à investigação.

Além dos traficantes, foram condenados policiais militares por omissão e pelo recebimento de propinas para fazer vista grossa para o crime organizado.

Filme

A história da aposentada será contada em "Vitória", um filme original Globoplay com produção da Conspiração, com Fernanda Montenegro no papel principal. O filme deve ganhar os cinemas em 2024.

"O Globoplay e a Conspiração lamentam a morte de Joana Zeferino da Paz, que faleceu aos 97 anos na tarde de ontem, em Salvador. A história de Joana, senhora que, aos 80 anos, filmou a rotina do tráfico em Copacabana e levou à prisão de bandidos e policiais em 2005, é a inspiração de ‘Vitória’, filme Original Globoplay com produção da Conspiração. O longa tem Fernanda Montenegro no papel principal e o ator Alan Rocha dando vida ao personagem inspirado no jornalista Fabio Gusmão, hoje editor de O Globo e Extra, que descobriu a história de Dona Joana e a trouxe a público", informou a plataforma.

"Por 17 anos, Joana da Paz vivia sob anonimato forçado no programa de proteção a testemunhas. Por questões de segurança, os personagens sofreram adaptações, como nome, características físicas e naturalidade para que não fosse possível identificá-los. No filme, Joana se chama Josefina e, em vez de alagoana, é mineira. ‘Vitória’ teve as gravações concluídas em dezembro do ano passado e está em fase de pós-produção. A estreia está prevista para 2024. A direção é de Andrucha Waddington, que assumiu o projeto no lugar de Breno Silveira, que faleceu no início das filmagens", concluiu.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Relacionadas