Grupo alagoano desenvolve tecnologia para trades e clientes investirem em mercados financeiros com menos riscos

Desenvolver serviços em tecnologia e ferramentas para trades que por sua vez os utilizam com seus clientes é um dos trabalhos feitos com bastante sucesso em Alagoas pela Grupo Barbosa e Cia.

Além desse trabalho que tem sido referência também no Brasil, o Grupo do empresário Bruno Barbosa ainda atua no impulsionamento da carreira dos trades e em operações financeiras, binárias e mais recentemente no mercado esportivo online.

Natural da Paraíba, mas radicado em Alagoas, Bruno Barbosa tem sua empresa com sede em Maceió. Por mês, pelos menos 20 mil pessoas realizam movimentações financeiras com o auxílio das ferramentas específicas desenvolvidas pelo grupo que, agora, tem como parceiro famoso trader Gustavo Ramos.

Em suas redes sociais, Gustavo tem mais de um milhão de seguidores e um nível de engajamento no que pública e divulga. Com a parceria com o Grupo Barbosa e CIA, Gustavo realiza treinamentos explicando como se deve atuar e investir no mercado de câmbio, por exemplo.

"Um dos grandes diferenciais do Grupo Barbosa e CIA é que não operamos com capital de terceiros.No grupo temos operadores em diversas modalidades, e um gerenciamento qualificado, que nos dá possibilidade de, no mínimo, aproximarmo-nos do 0 a 0, expressão que utilizamos para dizer que aquele modelo de investimento diminui os riscos de perda", explicou Bruno Barbosa.

O presidente da empresa que atua com tecnologia e informação comemora a parceria que firmou com Gustavo Ramos e diz que a união dos dois é uma prova de que o grupo tem percorrido o caminho certo para seguir se consolidando como das maiores empresas do ramo no Brasil.

"Gustavo é um sócio, um parceiro que virou amigo. Ele possui alcance inimaginável nas redes sociais e tem levado o conhecimento e as ferramentas que o Grupo Barbosa e CIA desenvolve para seus clientes, e isso tem sido muito gratificante e dado retorno", afirmou Bruno.

Ferramentas - Entre as ferramentas criadas recentemente pela equipe de Bruno Barbosa estão os robôs e indicadores.

"Com eles, por exemplo, é possível facilitar a leitura dos gráficos nas operações com papéis e moedas. Hoje em dia, não só no nosso segmento, não somente no mercado de investimentos, mas na vida mesmo as pessoas querem tudo bem mastigado. Elas não querem ter trabalho, e isso também funciona na hora de investir; e nossas ferramentas e serviços dão isso para elas. De certa forma, copiam as nossas operações no mercado e passam a ter mais facilidade para vender ou comprar com menos riscos", finaliza o empresário que fundou o Grupo Barbosa e CIA há quatro anos.