Entre os esportes mais praticados no país, corrida de rua conquista os alagoanos

Histórias de superação e de amor marcam a vida dos corredores amadores do Estado

Incorporar a corrida à rotina pede um motivo, exige determinação, compromisso e consciência. É preciso entender os limites físicos, alinhar os objetivos e desafiar os muros do psicológico. Há quem busque a corrida para perder peso, melhorar o condicionamento físico, fugir do sedentarismo ou como um cano de escape para o estresse do dia a dia. A tendência, que tem crescido em todo o mundo, já ocupa a posição de esporte mais praticado no Brasil, de acordo com pesquisa do instituto de pesquisas esportivas Sport Trackc, e já se estima que, atualmente, existam seis milhões de corredores no Brasil. 
Para os corredores amadores, a corrida é uma paixão e um estilo de vida. A assistente social Inalda da Silva, a Lis, começou a correr em um processo de emagrecimento e buscando melhorar a saúde. Naquele momento, ela estava pesando 100 kg, não fazia nenhuma atividade física e estava em obesidade 3.  A primeira corrida uniu a "necessidade" em cuidar da saúde e a profissão. "Minha primeira corrida foi a Corrida da Advocacia, em 2018. Fui incentivada pelas minhas amigas do trabalho que iriam participar, mas terminei correndo sozinha porque elas não puderam ir". 
Lis relembra que a energia da competição foi o que a motivou a continuar e concluir o percurso de 5km. "Foi muito doloroso e desafiador ao mesmo tempo. Porém, saber que estava dando o meu melhor e objetivando passar na linha de chegada era o que me instigava a continuar."

Na 1° foto a primeira corrida; na 2° foto a última corrida até o momento, com 16 kg a menos - Foto: FOTO: Arquivo Pessoal

A corredora destaca que os benefícios da prática são inúmeros. Além da perda de peso - hoje já são 16 kg a menos -, ela mudou os hábitos alimentares e percebe que tem mais energia e vitalidade para as atividades do dia a dia. A qualidade do sono também melhorou, assim como a coordenação corporal. "Me sinto uma nova pessoa, corpo e mente diferentes. A maior dificuldade é manter-se disciplinado. Com os objetivos traçados, treinar para as competições, fazer com que essas atividades não sejam obrigações e sim parte da sua vida, realizá-las com prazer".
Desde 2018, Lis já participou de sete corridas oficiais e explica que está se preparando para mais cinco até setembro de 2019. Ela faz musculação seis vezes por semana para o fortalecimento dos músculos e para melhorar a resistência. "Além disso, faço treino de corrida na rua, com o Grupo Sextando com João, que me acolheu no começo e continua me apoiando, nos dias de segunda, quarta e sexta na praia às 19:30. Nas quintas, participo de outro grupo, o Alcateia Trekking, na ladeira Josefa de Melo".

Fabrizio Borsato ressalta a importância de buscar orientação profissional - Foto: FOTO: Arquivo Pessoal

Alerta
É importante alertar que, independente do motivo que tinha provocado o primeiro passo, a corrida de rua exige orientação e treinamento. O professor especialista em treinamento para o rendimento e a saúde, Fabrizio Borsato, explica que o ideal é que, ao pensar em começar, o futuro corredor procure um profissional da área de educação física para formular os treinos. "Sempre ao pensar em iniciar uma atividade física regular, o ideal é procurar um profissional da área de educação física para que o mesmo formule os treinos e oriente a pessoa na compra dos materiais necessários para a prática, além de indicar o médico e as avaliações necessárias para que esse início seja feito de forma saudável e segura".
Quem quer adotar a prática e garantir ótimos resultados deve manter os exames regulares de saúde em dia, com um bom check-up a cada 6 meses. Além disso, é preciso atenção a alimentação, respeitar o período de descanso e o limite do corpo. "Só se exercitar e não melhorar a qualidade alimentar é não aproveitar todos os benefícios que a prática pode trazer. Quando você une treinos de corrida com qualidade alimentar, além de perder peso, você ficará com muito mais disposição no dia a dia e os treinos serão muito mais bem aproveitados", explica Fabrizio.
Para quem busca vencer o sedentarismo, que de acordo com o Ministério da Saúde atinge 45,8 da população brasileira, a corrida de rua é uma excelente opção. Ela pode ser praticada em grupos ou individualmente, na esteira ou na orla, a corrida tem conquistado adeptos pela facilidade e baixo custo. O professor e especialista em treinamento destaca que a modalidade só não substitui a musculação, que é outra prática de extrema importância, e deve ser aliada aos treinos para corrida. "A musculação ajuda a prevenir as lesões, além de proporcionar ganho de força e potência para a corrida". 
Amor (literalmente) na corrida
Núbia Rafaela começou a correr durante a preparação para um teste físico para um concurso público, mas se apaixonou pela prática. "No ano seguinte, me inscrevi na minha primeira corrida de rua e não parei mais. O que me motiva a correr é a sensação de bem estar e principalmente de superação". 

Núbia Rafaela se apaixonou  pela corrida de rua durante a primeira competição - Foto: FOTO: Arquivo Pessoal

A corredora, que completa 29 anos na próxima semana, explica que os treinos ainda não estão como gostaria. "Infelizmente são complicados por conta do tempo que geralmente não tenho. Na maioria das vezes, treino duas vezes na semana, sendo uma durante a semana e outro no fim de semana". A rotina só muda quando tem competição, que Rafaela já perdeu as contas de quantas participou, mas já são mais de 70 corridas em pouco mais de cinco anos.
Mesmo com a falta de tempo, o principal obstáculo da corredora, ela busca conciliar os treinos de corrida com a musculação. "Sempre tive hábitos saudáveis, mesmo antes de correr, sou profissional de educação física e, com a visão profissional, sempre procuro organizar outros tipos de treino de forma que ajude no desempenho".
Além da história de amor com a corrida e os benefícios para a saúde, a prática trouxe para Rafaela outra grande história. Ela conheceu o namorado durante uma competição. "Nos conhecemos em uma corrida em fevereiro do ano passado. Era uma corrida de casais, em que o casal corria amarrado com um cordão. Eu fui com um amigo em dupla e ele com uma amiga. Alguns meses depois começamos a namorar e dia 12 completamos um ano juntos. Hoje ele corre comigo". 

Casal se conheceu em uma corrida de rua  - Foto: FOTO: Arquivo Pessoal

O emocional 
Fabrizio destaca que além de todos os benefícios já citados, a corrida de rua também tem um efeito anti-stress, sendo um grande aliado contra a depressão. "A corrida melhora inúmeras taxas em nosso organismo, diminui o risco de diabetes, diminui o risco de problemas cardíacos, desenvolve a mobilidade, melhora o condicionamento geral, ou seja, a corrida pode transformar a sua vida".
Lis e Rafaela concordam que o momento mais especial da corrida é a chegada. 
"A linha de chegada de cada corrida é única e especial. Cada passo que dou em sua direção, eu sinto que sou capaz, lembro de todo treino e tudo que passei para chegar ao meu objetivo. Sinto-me uma vencedora. Não importa o passo por km, o importante é que consegui chegar e pegar a minha medalha/troféu. Talvez um dia seja de 1º lugar, mas esse não é meu objetivo atual", descreve Lis.
Rafaela explica que na maioria das corridas busca sempre o melhor desempenho. "O momento mais especial durante a corrida é conseguir terminar a prova. Tento sempre correr bem e baixar o tempo, com isso, durante a corrida não é prazeroso, corro sempre no meu máximo, sinto desconfortos, seja muscular, articular ou cardiorrespiratório, da vontade de desistir, parar, descansar, mas no final quando termino a corrida e vejo que consegui, essa é a melhor sensação".
Para quem quer se preparar para começar a correr ou já agendar a próxima corrida, a Gazetaweb trás o calendário das competições agendadas até o final do ano:
JUNHO
JULHO
   
AGOSTO
  • 10/8/2019 - Arapiraca - 2ª Corrida Sagrada - 7/3,5km    
  • 17/8/2019 - Maceió - IX Corrida Duque de Caxias - 10/5km    
  • 18/8/2019 - Maceió - Santander Track&Field Run Series - Parque Shopping - 10/5km
  • 24/8/2019 - Maragogi - III Corrida dos Pais - 10/5km
SETEMBRO
  • 1/9/2019 - Maceió - Meia Maratona Coop - 21/10/5km    
  • 28/9/2019 -  Maceió - 7ª Corrida Djalma Mello - 15/5km    
OUTUBRO
  • 12/10/2019 - Flexeiras - 2ª Corrida Oficial EB Running - 12/7km    
DEZEMBRO
  • 29/12/2019 - Maceió - 15K da Virada - 15/5km

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p