Defesa civil interdita área das falésias na Lagoa de Roteiro

Medida ocorre após deslizamento de barreira ocorrido no último sábado no ponto de visitação de turistas

Um ponto turístico nas falésias da Lagoa do Roteiro foi interditado durante vistoria realizada nesta sexta-feira (25) pela Defesa Civil de Alagoas. No último sábado (19), uma barreira deslizou na localidade. A medida é para prevenir que outros casos ocorram em momento de visitação.

O trecho interditado fica entre a marina da Barra de São Miguel e a Ponte do Gunga. Segundo o coordenador da Defesa Civil da Barra de São Miguel, Alexandre Barreto, apesar de ser um processo natural, o deslocamento de massa ocorreu em uma proporção "preocupante". O local é ponto de parada de turistas e banhistas que são atraídos pela beleza do lugar para tirar fotos.

"Houve um deslocamento de massa no dia 19 numa proporção maior. É um processo natural, mas na proporção em que ocorreu foi preocupante, porque é um ponto que serve de fotografias para turistas que param ali", disse o coordenador da Defesa Civil da Barra de São Miguel.

Já a Defesa Civil Estadual informou que a Capitania dos Portos atua para fazer uma instrução normativa no sentido de regular o tráfego de embarcações na localidade.

"Estivemos hoje na Barra de São Miguel para vistoriar uma área de movimentação de massa a qual compromete a segurança dos turistas e banhistas, que no passeio aqui na Lagoa, param para fazer fotos. Já houve comunicado oficial. A Capitania dos Portos está trabalhando a instrução e a normativa para regular o tráfego náutico e não se aproximar mais da localização", afirmou o assessor técnico da Defesa Civil Estadual, Major Rômulo Guedes.

*Com TV Gazeta