Covid: Mortes em dezembro já se igualam às de todo o mês de novembro

Em oito dias, Alagoas já registrou doze óbitos; casos confirmados chegam a 2.868 neste mês

Oito dias de dezembro e o número de mortes por Covid-19 em Alagoas já é igual aos óbitos registrados em todo o mês de novembro. Os dados constam no Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulgados nessa quinta-feira (8), que apontam um total de 12 óbitos neste período.

Os números atualizados ontem mostram que 7.152 pessoas infectadas não resistiram à doença no estado. No dia 1º de novembro, eram 7.128 óbitos e chegaram a 7.140 no dia 30 do mês. O último boletim não teve registro de morte em Alagoas.

Os casos da Covid-19 também estão em alta em Alagoas. Em 24 horas, a Sesau confirmou 383 infectados e ainda há 1.761 em investigação. Durante os oito primeiros dias de dezembro foram confirmados 2.868 casos da doença. Comparando com os oito primeiros dias de novembro, o aumento percentual foi de quase 3.000% - naquele período foram registrados apenas 101 casos.

A atualização para a ocupação dos leitos em Alagoas mostra que o estado está em alerta. O boletim traz que 41% de vagas disponíveis estão com pacientes em tratamento para o vírus. E ainda, mostra que em 24 horas o estado ampliou os leitos: eram 192 na última quarta-feira e agora já são 202.

A ocupação das Unidades de Terapia Intensiva ainda apresentam um alto percentual. Em todo o estado, são 44 leitos, sendo 16 ocupados, o que representa 36% dos números disponíveis. Em Maceió, o percentual do novo boletim é de 35%.

Os avanços nos casos de Covid-19 em Alagoas começaram a ser percebidos nos números divulgados no mês de novembro. Em 30 dias, o Estado contabilizou 3.021 casos da doença.

O número foi superior à soma dos registros dos meses inteiros de setembro e outubro - do mesmo ano -, que totalizaram 1.224. Essa explosão de casos coincide com a chegada da variante BQ.1 ao país. Na comparação com todo o mês de outubro, quando foram registrados 464 casos da doença, os números de novembro apresentaram aumento de quase 300%.

O Grupo Técnico Científico de Combate à Covid-19 - formado por infectologistas, técnicos em epidemiologia, integrantes da Central Estadual de Regulação de Leitos e gestores hospitalares - começou a realizar novas avaliações da situação da doença em Alagoas.

Com base nos números, a Sesau voltou a recomendar o uso de máscara em ambientes abertos e fechados, como transportes e escolas, e orientar a população para a conclusão do esquema vacinal.

Arapiraca

Em Arapiraca, 90% dos pacientes internados com Covid-19 e que desenvolveram sintomas graves estão com o esquema vacinal desatualizado – sem segunda dose ou os reforços indicados pelos especialistas. Os dados foram divulgados pela prefeitura do município.

Segundo o coordenador do Cievs Arapiraca, enfermeiro Evandro Melo, o aumento de casos confirmados na cidade é de quase 320%. Os dados foram atualizados no Boletim Epidemiológico do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs).

“Passamos de 80 casos confirmados na semana anterior para mais de 300 nesta semana. Um aumento expressivo de quase 320%. Apesar dos dados, não há motivos para pânico. Pedimos à população que procure a vacinação para atualização do cartão de imunização. Em casos de sintomas gripais, retome a utilização de máscaras e procure a Unidade Básica de Saúde de referência”, recomenda o profissional de Saúde.

Atualmente, Arapiraca tem 20 leitos destinados a pacientes com coronavírus, sendo 10 leitos clínicos e 10 de UTI. A taxa de ocupação já é de 50% para cada.