Após 5 dias, buscas por pescadores se estendem para o Litoral Norte

A procura foi ampliada entre Coruripe e o Litoral Norte de Alagoas, após a mudança da maré

O Corpo de Bombeiros e o Grupamento Aéreo da Segurança Pública ampliaram a área de busca pelo paradeiro dos três pescadores que continuam desaparecidos cinco dias depois de naufragarem na praia do Pontal da Barra, na última quarta-feira (18). Se antes as buscas estavam concentradas no Litoral Sul de Alagoas, entre Jequiá da Praia e Coruripe, a partir desta segunda-feira (23), elas já começaram a ser realizadas nas proximidades da praia da Sereia, no Litoral Norte do estado.

Desde a sexta-feira (20) passada, o Corpo de Bombeiros e Marinha do Brasil começaram a realizar a busca pelo mar do povoado de Lagoa Azeda, em Jequiá da Praia. Isso porque, um quarto pescador, Ubirajara dos Santos, conseguiu se salvar a nado do naufrágio e foi encontrado por pescadores locais e resgatado naquela cidade do Litoral Sul. Assim, as buscas se estenderam também para o mar que compreende a cidade de Coruripe.

No entanto, nesta segunda-feira (23), o órgão informou que as buscas estão sendo realizadas simultaneamente nos dois litorais alagoanos, devido a mudança da maré. No Litoral Sul, elas ocorrem até Coruripe. No Norte, até pouco depois da praia da Sereia.

Segundo informações repassadas à TV Gazeta, o Grupamento Aéreo realiza as buscas a 5 milhas pelo mar, o Corpo de Bombeiros pelas faixas litorâneas, já a Marinha, que coordena a ação, de 15 a 30 milhas mar a dentro.

Entenda o caso

Os quatro pescadores saíram da praia próximo ao porto do Jaraguá para praticar pesca esportiva. No entanto, ao chegar no Pontal da Barra, água começou a entrar na embarcação, o que a fez virar, provocando o naufrágio. Enquanto três permaneceram no local se apoiando no que sobrou do barco, Ubirajara, mais experiente em natação, saiu para pedir ajuda. Entretanto, ao tentar chegar à costa, a correnteza o levou ao mar de Lagoa Azeda, onde foi localizado.