Alagoas tem 246 novos casos e 17 mortes por Covid-19 em 24 horas, aponta Sesau

Agora, estado tem um total de 175.415 casos confirmados do novo coronavírus e 4.275 óbitos pela doença

Alagoas registrou 246 novos casos de Covid-19 e 17 óbitos pela doença em 24 horas, conforme informações do Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) nesta segunda-feira (3). Desde o início da pandemia, o estado tem um total de 175.415 casos confirmados do novo coronavírus e 4.275 óbitos. Entre os casos confirmados, 3.090 estão em isolamento domiciliar, outros 167.339 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, portanto, estão recuperados da doença. Há, atualmente, 9.777 casos em investigação laboratorial.

Entre as 17 mortes confirmadas nesta segunda, seis vítimas eram da capital alagoana e 11 do interior do Estado. As vítimas de Maceió eram três homens de 31, 47 e 80 anos, além de três mulheres, sendo duas de 48 e uma de 74 anos. O homem de 31 anos não tinha comorbidades e morreu no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió; o homem de 47 anos era diabético e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; o homem de 80 anos tinha doença cardiovascular crônica e morreu no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió; a primeira mulher de 48 anos não tinha comorbidades e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; a segunda mulher de 48 anos não tinha comorbidades e morreu no Hospital Vida, em Maceió; e a mulher de 74 anos era hipertensa e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió.

Em relação às 11 vítimas que residiam no interior do Estado, eram sete homens de 37, 40, 52, 69, 75, 76 e 80 anos, além de quatro mulheres de 55, 71, 78 e 79 anos. O homem de 37 anos era de Rio Largo, não tinha comorbidades e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; o homem de 40 anos morava em Cajueiro, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Vida, em Maceió; o homem de 52 anos morava em Passo do Camaragibe, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; o homem de 69 anos morava em Paripueira, era etilista, tabagista e morreu no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió; o homem de 75 anos residia em Matriz do Camaragibe, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Regional do Norte (HRN), em Porto Calvo; o homem de 76 anos morava em Arapiraca, era diabético e morreu no Hospital Regional de Arapiraca; o homem de 80 anos morava em União dos Palmares, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Regional da Mata (HRM), em União dos Palmares; a mulher de 55 anos morava em Rio Largo, tinha doença cardiovascular crônica e morreu no Hospital Universitário (HU) de Maceió; a mulher de 71 anos residia em Quebrangulo, tinha doença cardiovascular crônica, diabetes, Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) e morreu na Santa Casa de São Miguel dos Campos; a mulher de 78 anos residia em Igaci, não tinha comorbidades e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; e a mulher de 79 anos morava em Arapiraca, era hipertensa, tinha sequelas de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e morreu no Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca.