Alagoas registra mais 476 casos confirmados e 14 óbitos por Covid-19

Estado chegou a um total de 226.887 pessoas infectadas e 5.685 mortes desde o início da pandemia; há 8.611 casos em investigação

Com mais 476 casos confirmados e 14 óbitos por Covid-19, Alagoas chegou a um total de 226.887 pessoas infectadas e 5.685 mortes desde o início da pandemia, segundo informações do Boletim Epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (21), pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

Os dados ainda mostram que, do total de testes positivos, 1.983 pacientes estão em isolamento domiciliar. Outros 218.807 não apresentam mais sintomas do vírus e foram considerados como recuperados. Ainda há 8.611 casos em investigação. Todos os 102 municípios já registraram casos confirmados de Covid-19.

Em relação ao quadro total de óbitos, oito eram de pessoas residentes em Pernambuco, São Paulo, Santa Catarina e Bahia, tendo como vítimas seis homens e duas mulheres. Dos 5.677óbitos de pessoas residentes em Alagoas, 3.156 eram do sexo masculino e 2.521 do sexo feminino. Eram 2.475 pessoas que residiam em Maceió e as outras 3.202 moravam no interior do Estado, segundo o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs).

Óbitos em 24h

Das 14 mortes confirmadas nas últimas 24 horas, quatro vítimas eram da capital alagoana e 10 do interior. As vítimas de Maceió eram dois homens de 50 e 64 anos, além de duas mulheres de 48 e 85 anos. O homem de 50 anos tinha hipertensão arterial, diabetes, doença cardiovascular e morreu na Santa Casa, em Maceió; o homem de 64 anos era hipertenso, diabético e morreu no Hospital Maceió, em Maceió; a mulher de 48 anos era hipertensa, tinha doença cardíaca crônica, diabetes e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; e a mulher de 85 anos não tinha comorbidades e morreu no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió.

Em relação às 10 vítimas que residiam no interior, oito eram homens de 42, 50, 51, 52, 53, 63, 69 e 78 anos, além de duas mulheres de 73 e 76 anos. O homem de 42 anos, era de Jundiá, tinha diabetes e morreu no Hospital Regional da Mata (HRM), em União dos Palmares; o homem de 50 anos, morava em Arapiraca, era hipertenso e morreu no Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca; o homem de 51 anos, era de Matriz do Camaragibe, tinha diabetes, doença cardiovascular crônica e morreu no Hospital Regional do Norte (HRN), em Porto Calvo; o homem de 52 anos, era de Arapiraca, não tinha comorbidades e morreu no Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca; o homem de 53 anos, residia em Água Branca, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Chama, em Arapiraca; o homem de 63 anos, morava em Estrela de Alagoas, tinha doença cardiovascular crônica, hipertensão e morreu no Hospital Regional Santa Rita, em Palmeira dos Índios; o homem de 69 anos, era de Arapiraca, tinha hipertensão e morreu no Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca; o homem de 78 anos, era de Carneiros, tinha hipertensão, cardiopatia e morreu no Hospital Chama, em Arapiraca; a mulher de 73 anos, residia em Mata Grande, era hipertensa, diabética, tabagista e morreu no Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca; e a mulher de 76 anos, morava em Cajueiro, era diabética e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió.

Leitos em hospitais

Dos 1.488 leitos criados para atender pacientes com suspeita e confirmação de Covid-19, 440 estavam ocupados até as 16 horas dessa terça-feira (20), o que corresponde a 30% do total. Atualmente, 211 pacientes estão em leitos de UTI, 12 ocupando leitos intermediários e 217 em leitos de enfermaria.

*com informações da Sesau.