Alagoas registra este ano quase 6 mil acidentes com escorpiões

De janeiro a julho de 2021 foram 6.685 casos, com um óbito em Matriz de Camaragibe

Alagoas registrou nos primeiros sete meses de 2022 quase 6 mil acidentes com escorpiões. Em relação ao mesmo período de 2021 a queda chegou a 10,3%, segundo dados são do Ministério da Saúde.

De janeiro a julho de 2021 foram 6.685 casos, com um óbito em Matriz de Camaragibe, ainda segundo o MS. Já em 2020, o total de pessoas picadas pelo aracnídeo foi 10.012, sendo 5.096 apenas no primeiro semestre. A unidade referência no atendimento de casos é o Hospital Hélvio Auto, em Maceió.

A picada por escorpião leva a dor no local, de início imediato e intensidade variável, com boa evolução na maioria dos casos, porém, crianças podem apresentar manifestações graves, como náuseas e vômitos, alteração da pressão sanguínea, agitação e falta de ar.

As crianças pequenas, principalmente idosos, que têm doença cardíaca, pressão alta e doença do coração, têm a tendência de fazer formas mais graves, sendo fundamental procurar atendimento médico o mais rápido possível.