Alagoas registra aumento de 181% no número de casos de dengue

De janeiro até o mês passado de 2021, 1,4 mil registros da doença foram confirmados nos municípios alagoanos

Em agosto deste ano, 498 casos de dengue foram notificados em Alagoas, um aumento 181% em relação ao mesmo período do ano passado, com 177 registros. Os dados são do Sistema de Informação de Agravos de Notificação do Ministério da Saúde.

Junho, com 380 casos, foi o segundo mês de 2021, com maior número de notificações e, em julho, foram 207. Há quatro mortes em investigação, duas em Maceió e duas no interior.

De janeiro até o mês passado, 1,4 mil notificações de dengue foram confirmadas nos municípios, uma queda de 19,1%, quando comparado ao mesmo de intervalo de 2020, com 1,8 mil..

De acordo com informações da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), em agosto, foram confirmados 28 casos de chikungunya e 17 de zika. Em julho foram, respectivamente, dois e um. A Sesau informou que não há mortes confirmadas por dengue, chikungunya e zika.

O Ministério da Saúde (MS) reforça que a população brasileira deve continuar, de forma permanente, com a mobilização pelo combate ao mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya, doenças que podem gerar outras enfermidades, como microcefalia e Guillain-Barré, o Aedes Aegypti.