Verstappen aproveita quebra de Leclerc, vence na Espanha e lidera Mundial

Grande Prêmio ficou marcado por intensas brigas de posições e pelo problema no carro de Leclerc, que foi obrigado a deixar a corrida

O piloto da Red Bull Max Verstappen aproveitou o abandono do rival Charles Leclerc, da Ferrari, para vencer o GP da Espanha neste domingo (22). De quebra, o holandês assumiu a liderança do Mundial de F1.

Seu companheiro de equipe, Sérgio Perez, ficou em segundo, seguido por George Russell, da Mercedes.

O Grande Prêmio ficou marcado por intensas brigas de posições e pelo problema no carro de Leclerc, que foi obrigado a deixar a corrida ainda na volta 27, abrindo espaço para Verstappen.

Lewis Hamilton, da Mercedes, também fez uma boa corrida. Depois de ter um problema no pneu ainda na primeira volta e cair para a 19º posição, o britânico conseguiu se recuperar e terminou a prova em quinto, após correr boa parte da segunda metade da prova em quarto.

LARGADA

O pole position Charles Leclerc, da Ferrari, largou muito bem e conseguiu se desgarrar de Verstappen já na primeira volta. Outro que saiu bem foi Russell, que tomou o terceiro lugar de Carlos Sainz.

No entanto, nem bem a corrida começou, ainda na primeira volta, os carros de Kevin Magnussen, que largou em 8º, e Lewis Hamilton, que começou em 6º, se tocaram. O piloto da Haas foi para brita, enquanto o da Mercedes foi chamado ao boxe, após problema no pneu direito esquerdo. Ao voltarem para a pista, Hamilton e Magnussen ficaram nas duas últimas posições.

Correndo em casa, Carlos Sainz, da Ferrari, também não teve sorte no começo da corrida. O piloto da Ferrari rodou na curva 4, da sétima volta e foi para a brita. Ao retornar, caiu para a 11ª posição. A curva 4 também deu problemas para Verstappen, que estava em segundo, quando rodou, na nona volta. No retorno caiu duas posições.

Pelo rádio, ele foi avisado pelo engenheiro sobre o vento durante o GP. "Está ventando muito".

VERSTAPPEN TEM PROBLEMA NA ASA MÓVEL

A Red Bull de Verstappen voltou a apresentar problemas na asa móvel, que falhou em algumas das tentativas do piloto para abrir o dispositivo. Quem aproveitou bem a rodada de Verstappen e as falhas na Red Bull foi George Russel, que assumiu a segunda posição. Na volta 24, o holandês até tentou retomar a posição, com a DRS aberta, mas o piloto da Mercedes defendeu bem.

LECLERC ABANDONA

Leclerc, que liderou a corrida até a 27ª volta, teve problemas no carro e abandonou a corrida. Pelo rádio, ele lamentou: "Não, não, não. O que aconteceu? Perdi potência". Russell, que defendia a segunda posição com eficiência, herdou o primeiro lugar.

SERGIO PEREZ ASSUME A LIDERANÇA

O mexicano da Red Bull aproveitou a perda de posição de Verstappen e, em uma boa manobra, ultrapassou Russell na 31ª volta. O holandês foi para a terceira posição.

VERSTAPPEN APROVEITA PARADA NOS BOXES

Max Verstappen aproveitou a parada de Sergio Perez e George Russell na volta 38 para tomar a primeira posição. O holandês da Red Bull fez uma parada na volta 43, deixando seu companheiro de equipe na ponta.

Enquanto isso, na parte de baixo. Hamilton se recuperou após cair para a 19º posição no início da corrida. Na volta 44, ele já estava na sexta posição. Voando baixo, o britânico fez duas vezes a volta mais rápida da corrida.

Esteban Ocon também fez uma ótima corrida. Depois de largar em 12º, o piloto da Alpine chegou a estar na sexta posição na volta 47. Na volta seguinte, ele foi ultrapassado por Carlos Sainz.

PEREZ ENTREGA POSIÇÃO A VERSTAPPEN

Liderando a prova, Perez foi instruído pela Red Bull a deixar Verstappen ultrapassar. O mexicano respondeu: "Isso é muito injusto. Mas ok". O holandês assumiu a ponta na 50ª volta.