Emocionada, Marta evita falar sobre fim de ciclo na Seleção feminina: 'Estou com a cabeça a mil'

'Rainha' deixa no ar possibilidade de parar de jogar com a amarelinha e faz um apelo sobre as jogadoras que defendem a equipe atualmente: 'Não apontem o dedo para elas'

O desabafo que a meia-atacante Marta deu após a Seleção Brasileira feminina se despedir da Olimpíada nesta sexta-feira, com o revés nos pênaltis para o Canadá, trouxe uma dose de mistério. A "Rainha", que se disse orgulhosa com o grupo, esquivou-se sobre a possibilidade de este ser seu último capítulo com a camisa 10 amarelinha.

- Não sei, não posso te dar essa resposta agora, estou com a cabeça a mil, vou deixar essa resposta para depois. Não dá para dizer no momento, estou muito emocionada - desabafou à Rede Globo.

Em seguida, a jogadora de 35 anos, que disputou sua quinta Olimpíada, fez um apelo em relação à modalidade.

- Peço para as pessoas não apontarem o dedo para ninguém. Se tiver que apontar para alguém, apontem para mim, já estou acostumada - desabafou.