Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > esportes > NACIONAL

SJTD abre inquérito para apurar acusação de injúria racial feita por Gerson

Além dos dois envolvidos diretamente, Procuradoria sugere que Natan, Bruno Henrique, Mano Menezes, o árbitro e seus assistentes sejam ouvidos

A Procuradoria do STJD solicitou a abertura de inquérito para apurar a denúncia de injúria racial feita pelo volante Gerson contra Ramírez, no Flamengo x Bahia. O auditor Maurício Neves foi o sorteado por processar o inquérito, de acordo com o site do STJD. O caso também está sendo investigado na esfera criminal pela Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância.

O caso pode ser enquadrado no Art. 243-G do Código Brasileiro de Justiça Desportiva: praticar ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência:

Leia também

A pena prevê suspensão de cinco a dez partidas, se praticada por atleta, mesmo se suplente, treinador, médico ou membro da comissão técnica, e suspensão pelo prazo de 120 a 360 dias, se praticada por qualquer outra pessoa, além de multa, de R$ 100 a R$ 100 mil.

Na comunicação feita pelo Flamengo, Gerson afirmou que a injúria foi ouvida pelo zagueiro Natan. Bruno Henrique também foi citado como tendo tido uma discussão com Ramírez. O jogador do Bahia negou a acusação.

A Procuradoria pediu que sejam coletadas todas as imagens e áudios disponíveis e sugeriu que sejam ouvidas as seguintes pessoas: Gerson, Ramírez, Natan, Bruno Henrique, o técnico Mano Menezes, além do árbitro e seus auxiliares.

O auditor responsável pela condução do inquérito poderá ainda sugerir o depoimento de outros personagens. Ele terá o prazo de 15 dias, com possibilidade de prorrogação por mais 15 dias, para a conclusão.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas