Santos fecha acordo com o Barcelona e encerra dívida milionária

Peixe ofereceu opção de compra de Kaiky e Ângelo ao clube espanhol

O Santos anunciou nesta segunda-feira (17) que finalizou um acordo com o Barcelona para eliminar uma dívida de 3 milhões de euros (R$ 19,3 mi, na cotação atual). Para encerrar qualquer cobrança, o clube santista garantiu os jovens talentos Kaiky e Angelo como prioridade de compra ao time catalão.

Ainda na gestão Modesto Roma, em 2016, o Alvinegro da Vila não avisou ao Barcelona sobre a venda de Gabigol à Internazionale (ITA). Os catalães tinham a preferência para contratar o jogador. Como não foi comunicado, o Peixe foi multado pelo CAS (Corte Arbitral do Esporte).

- Essa era uma pendência que poderia atrapalhar muito o Santos e que nos preocupava pelo risco de punição junto à FIFA. Mais de um ano de negociação e o acordo foi acertado sem o Santos ter de fazer pagamento algum. Melhor ainda, não teremos de pagar cerca de 20 milhões de reais, que foi a punição imposta em última instância pela FIFA. Agora, podemos seguir adiante, pensando no futuro do Santos ainda mais - comentou Rueda.

Ao assumir o clube, Rueda elencou dez grandes problemas a serem resolvidos. Quitou as dívidas com o Hamburgo (Alemanha), Atlético Nacional (Colômbia), Brugge (Bélgica) e Huachipato (Chile). Parcelou as pendências financeiras e está pagando em dia o Krasnodar (Rússia), as dívidas trabalhistas e as tributárias, o empresário Giuliano Bertolucci e a Doyen.

- Agora, fechamos o ciclo resolvendo o Barcelona. Estamos empenhados em resolver as pendências e restaurar a credibilidade do nosso Santos - enfatizou o presidente do Santos.