Pedrinho revela ameaça de morte e comenta eleições do Vasco

Pedrinho foi campeão da Libertadores em 1998, além de Brasileiro em 1997 e 2000 pelo time

Candidato a presidência do Vasco, Pedrinho contou durante entrevista a ESPN, que já foi ameaçado de morte durante eleições do Cruz-Maltino. O ex-jogador anunciou em setembro que estaria nas corridas eleitorais para o cargo mais alto dentro do clube carioca.

Em entrevista que vai ao ar às 22h dessa sexta-feira (3), o ídolo vascaíno comentou sobre a situação política do Vasco e o ambiente tenso que há entorno das eleições no clube. O ex-comentarista disse ainda que um de seus objetivos se eleito, é cultivar um clima de paz em São Januário.

"Quero trazer um Vasco que eu vivi em 1983. Eu fui ameaçado de morte em uma eleição do Vasco. Sendo que eu não tenho nada de ruim para entregar para o Vasco. Nada de ruim. Não é porque eu sou o Pedrinho ou porque eu joguei no Vasco ou porque muitos me consideram ídolo, não! Qualquer outro candidato não deve ser ameaçado de morte por causa de uma eleição" falou Pedrinho.

Pedrinho deixou emprego de comentarista para se candidatar a presidência do Vasco - Foto: Instagram/Pedrinho

O ex-jogador ainda relembrou a recente situação quando se posicionou de forma contrária as punições que o Vasco sofreu por conta de brigas de torcedores. Pedrinho afirmou na época que tal postura não condizia com o ambiente do Vasco e recebeu apoio de diferentes frentes políticas do clube.

"E aí eu me torno candidato e todas essas pessoas que falaram a mesma coisa que eu são as primeiras a serem agressivas de forma verbal e digital. Então a paz só serve para uma narrativa? Depois que você tem que colocar em prática não serve? Por que eu não posso dialogar com outro candidato? Por que os eleitores desses candidatos têm que agredir? O Vasco não é isso. E isso me perturba muito e eu não gostaria que isso existisse em São Januário" completou.

Nesta última semana, Júlio Brant, Eduardo Cassiano e Fábio Nogueira também declararam apoio à Pedrinho. A eleição está marcada para o dia 11 de novembro. Além do ex-jogador, Leven Siano também vai disputar a presidência do clube.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p