Neymar foge de polêmicas e muda postura de olho na Copa do Mundo

Camisa 10 da Seleção Brasileira vive bom momento com a camisa do Paris Saint-Germain e espera conquistar a taça mais cobiçada do planeta em seu último Mundial da carreira

Está chegando a hora. Daqui a exatos 100 dias a Copa do Mundo de 2022 será oficialmente iniciada no Qatar. E a grande esperança do futebol brasileiro está em Neymar. Perto de se tornar o maior artilheiro da história da Seleção, o camisa 10 começou a temporada 2022/23 em grande forma pelo Paris Saint-Germain.

Depois de passar por altos e baixos nos últimos anos, com algumas polêmicas na carreira, o jogador do PSG parece estar mais focado do que nunca para chegar ao Mundial em plena forma física e técnica. O torneio no Qatar, inclusive, pode ser o último do jogador pela Seleção Brasileira.

A temporada de Neymar em 2021/22 não foi das melhores. Com uma grave lesão no tornozelo, o camisa 10 chegou a ficar longe dos gramados por mais de dois meses, o que atrapalhou seu rendimento. Ao todo, o brasileiro fez apenas 28 partidas, com 13 gols e oito assistências.

LONGE DE POLÊMICAS

Recentemente, o futuro de Neymar virou o grande assunto no mercado da bola. Com a renovação de contrato de Mbappé e uma maior influência do atacante francês dentro do clube, a figura de Neymar se tornou alvo de especulações.

De acordo com a imprensa francesa, o Paris Saint-Germain teria colocado Neymar como um nome a ser negociado na janela de transferências, além dos rumores negativos sobre sua relação com Mbappé.

O camisa 10 da Seleção Brasileira, no entanto, teve uma postura ímpar em meio aos rumores. Neymar não se manifestou em suas redes sociais sobre o assunto e voltou mais cedo para realizar a pré-temporada com o PSG, treinando e participando dos amistosos da equipe no Japão.

FOCO NA COPA DO MUNDO

Por diversas vezes, Neymar já deixou claro que seu principal objetivo neste ano é o hexacampeonato mundial. Seja em entrevista, em publicações nas redes sociais ou em conversas. Em maio, durante uma live com o meia Diego Ribas, do Flamengo, o camisa 10 da Seleção comentou sobre o tema.

- Meu maior sonho agora neste ano não tem outra coisa a não ser a Copa do Mundo. Queria muito ganhar a Champions League com o PSG este ano, mas infelizmente (o sonho) foi adiado. Espero que 2022 termine com (o título) a Copa do Mundo, é para que estou me preparando, não só fisicamente, como mentalmente, para que possa dar tudo certo na Copa - afirmou Neymar, que completou:

- Eu vou dar minha vida, estou me preparando tanto para isso, porque é um momento único. Joguei duas Copas, sei como funciona, passa muito rápido. Se não estiver 100% preparado, a oportunidade vai embora. Não quero deixar escapar essa oportunidade nessa Copa.

No último mês de julho, Neymar deu uma declaração animadora para os torcedores brasileiros. Durante uma live em seu canal onde assistia lances de sua carreira, o camisa 10 da Seleção esbanjou confiança e fez uma promessa.

- Essa temporada vai entrar tudo, é só chutar. Vai, vai. Estou sentindo. Sabe quando está com um feeling bom. Vai chutar na Copa, gol. Chuta de esquerda, gol. Cabeceia, gol. De cabeça eu estou bem. Treinei nas férias - afirmou.

INÍCIO PROMISSOR

O começo de temporada de Neymar é animador. Depois de ir bem nos amistosos, com dois gols em três jogos, o jogador foi elogiado pelo técnico Christophe Galtier. Em partidas oficiais, os números são ainda melhores: dois jogos, três gols e três assistências.

Em seu primeiro jogo oficial, Neymar conduziu o PSG para o título da Supercopa da França frente ao Nantes. O brasileiro marcou um golaço de falta, outro de pênalti e foi o melhor jogador da decisão, recebendo uma nota 9.1 no SofaScore.

Já na primeira rodada da Ligue 1, o PSG atropelou o Clermont Foot por 5 a 0, fora de casa, com mais um show de Neymar. O brasileiro deu três assistências e marcou um gol na vitória da equipe parisiense e foi novamente eleito o melhor jogador em campo.

Agora, na reta final de preparação, o maior nome do futebol brasileiro da atualidade quer continuar o bom momento para chegar ao torneio do Qatar em condições de trazer para casa o título que não vem há 20 anos.