Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > esportes > NACIONAL

Hulk perde pênalti, mas garante vitória do Atlético sobre América: 3x2

Galo passa sufoco contra o Coelho, mas sai na frente na primeira final do Campeonato Mineiro

No primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro, o Atlético-MG suou, mas conseguiu a vitória por 3 a 2 sobre o América-MG neste sábado, na Arena Independência, em Belo Horizonte. Benítez (2) balançou as redes para os donos da casa. Pavon, Hyoran e Hulk, que também perdeu um pênalti, marcaram os gols do Galo.

Até os 52 minutos do segundo tempo, a partida estava sendo marcada pela reação do América-MG, que sofreu um gol logo aos dois minutos de jogo, viu o rival ampliar a vantagem ainda no primeiro tempo, mas foi persistente para recuperar o prejuízo em uma tarde inspirada de Martin Benítez.

Leia também

Mas, no último lance do jogo, Hulk bateu com categoria, no cantinho, para conseguir a vitória na marra, se redimindo do pênalti desperdiçado no início do segundo tempo, quando o América-MG teve Marlon, defendeu com o braço o cabeceio de Paulinho, expulso.

Por ter a melhor campanha da primeira fase do Campeonato Mineiro, o Atlético-MG tem a vantagem de ficar com o título em caso de dois empates ou igualdade no número de gols sofridos e marcados nas duas finais.

Atlético-MG e América-MG voltam a se enfrentar no próximo domingo, às 16h30 (de Brasília), no Mineirão.

O jogo

O Atlético-MG abriu o placar logo aos dois minutos de jogo. Pavon recebeu lançamento de Maurício Lemos, chegou na linha de fundo, levou para dentro e, ao invés de cruzar, bateu direto para o gol, mandando no ângulo, sem chances para Matheus Cavichioli.

Tendo de digerir o gol precoce, o América-MG quase empatou aos oito, quando Felipe Azevedo foi acionado pela esquerda, se livrou da marcação de Mariano, invadiu a área e cruzou rasteiro para Juninho chegar batendo de primeira, mas a bola explodiu na defesa do Galo.

O Coelho voltou a ter uma oportunidade de ouro para deixar tudo igual com Aloísio, que recebeu cruzamento na medida de Arthur, livre da marcação, mas não pegou em cheio na bola ao arrematar de cabeça.

Como diz o ditado, quem não faz, toma. E foi exatamente isso o que aconteceu no primeiro jogo da decisão do Mineiro. Aos 33 minutos, Hyoran ficou com a bola dominada na entrada da área e bateu com categoria, no cantinho. Matheus Cavichioli sequer se jogou na bola.

Mas, quando todos imaginavam que o Galo iria para o intervalo com dois gols de vantagem, o América-MG descontou, já nos acréscimos, com Benítez, que soltou uma bomba de muito longe, viu a bola fazer uma curva surpreendente e estufar as redes do goleiro Everson.

Segundo tempo eletrizante

A etapa complementar começou de forma eletrizante. Logo aos cinco minutos o América-MG empatou a partida com mais um gol de Benítez, que recebeu passe por elevação de Aloísio e tocou por entre as pernas do goleiro Everson para deixar tudo igual na Arena Independência.

Mas, mal deu tempo de a torcida do Coelho comemorar o empate e já veio uma balde de água fria. Aos sete, o árbitro marcou pênalti para o Atlético-MG após Patrick cabecear na trave e, no rebote, Paulinho ver Marlon defender seu arremate de cabeça com o braço. O lateral-esquerdo do Coelho acabou sendo expulso.

Hulk foi para a cobrança e bateu no cantinho, mas Matheus Cavichioli voou para espalmar a bola. Na sequência, a defesa do América-MG afastou o perigo. O clima, que antes era de tensão, rapidamente se converteu em êxtase nas arquibancadas.

Na reta final do jogo, o América-MG, com um homem a menos em campo, ainda perdeu Arthur, convocado recentemente para a Seleção Brasileira, por causa de fortes cãibras nas pernas. Nino Paraíba o substituiu. E, como se não bastasse, no último lance do jogo Hulk fez o gol da vitória, batendo no cantinho de Matheus Cavichioli e se redimindo do pênalti perdido.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Relacionadas