Flamengo, Palmeiras e Inter puxam maior média de gols brasileiros na Liberta no século

Considerando as três primeiras rodadas da Libertadores, os times brasileiros já marcaram 51 gols e superaram o ano de 2002 com a maior média desde 2001; veja o ranking por ano

Após o empate do Fluminense em 1 a 1 com o Junior Barranquilla, os clubes brasileiros fecharam a primeira metade da fase de grupos da Libertadores com 51 gols marcados em 21 partidas, uma média de 2,43 gols por jogo. Este é o melhor início, em termos de gols marcados, de times brasileiros na competição neste século.

Antes da temporada atual, a maior marca ocorreu em 2002 quando São Caetano, Grêmio, Athletico Paranaense e Flamengo atingiram a média de 2,25 gols por partida, ao todo, foram 27 tentos em 12 jogos naquele ano.

Em 2021, Flamengo, Internacional e Palmeiras são os melhores ataques brasileiros na competição, com 10 gols cada. Em seguida aparece o Atlético-MG com sete gols marcados. Santos e São Paulo dividem a 5ª colocação com cinco tentos cada e, por fim, o Fluminense, com quatro gols marcados.

É apenas a 4ª vez em que os clubes brasileiros ultrapassam a média de 2 gols por partida nas três primeiras rodadas da Libertadores. Além de 2021 e 2002, em 2003 foram 26 gols marcados em 12 partidas, uma média de 2,17 gols por jogo e, em 2005, com 28 gols em 14 jogos, totalizando uma média de exatamente 2 tentos por partida.

Gabigol lidera a artilharia da competição com 5 gols, empatado com outros dois jogadores. Em seguida aparecem Rony, Hulk e Diego Souza, com 4 gols cada. Thiago Galhardo e Fred, com 3 tentos cada um, fecham a lista dos principais artilheiros brasileiros na Libertadores.

Gabigol, Flamengo x LDU - Foto: Staff Images / CONMEBOL