Imagem
Menu lateral
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > esportes > NACIONAL

Cruzeiro marca no fim e derrota Botafogo na estreia pelo Brasileirão

Raposa leva empata mesmo com um jogador a mais, mas consegue se recuperar em duelo no Mineirão


				
					Cruzeiro marca no fim e derrota Botafogo na estreia pelo Brasileirão
Cruzeiro conseguiu vitória importante contra o Botafogo. Gustavo Aleixo/Cruzeiro

O Botafogo levou um duro golpe na estreia no Campeonato Brasileiro. Com um jogador a menos, após buscar o empate, o clube carioca levou gol aos 45 minutos do segundo tempo e viu o Cruzeiro vencer por 3 a 2, neste domingo, no Mineirão.

O jogo foi uma 'gangorra' de emoções para o Botafogo. O Fogão abriu o placar logo no começo do jogo. Depois, já com a partida empatada, teve chances para marcar, mas desperdiçou. Para piorar, depois de levar a virada, ficou com um jogador a menos, uma vez que Alexander Barboza foi expulso.

Leia também

Contudo, o Fogão mostrou poder de reação e buscou o empate com Danilo Barbosa, que havia acabado de entrar. Porém, aos 45 minutos do segundo tempo, Rafael Elias surgiu para dar a vitória para o Cruzeiro.

O Fogão agora amarga uma sequência de três derrotas seguidas, sendo duas pela Copa Libertadores. Já o jejum contra o Cruzeiro é maior. O Botafogo não vence o clube mineiro desde 2016. São 12 jogos de seca (quatro derrotas e oito empates).

Na próxima rodada do Brasileirão, o Botafogo recebe o Atlético-GO, nesta quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Nilton Santos. Já o Cruzeiro visita o Fortaleza, nesta quarta-feira, às 20h (de Brasília), no Castelão.

O duelo

O Cruzeiro levou perigo logo aos três minutos. Neris apareceu na área e finalizou. Gatito fez a defesa. A resposta do Fogão foi fatal. No minuto seguinte, Júnior Santos cruzou para Tiquinho Soares. Ele apenas completou para o gol e fez 1 a 0.

A Raposa empatou aos 19 minutos. Lucas Silva emendou com força e fez 1 a 1. O técnico Artur Jorge precisou mudar logo no primeiro tempo. Marlon Freitas sofreu concussão e deu lugar a Tchê Tchê no Botafogo. O Cruzeiro quase virou aos 24 minutos. Matheus Pereira obrigou Gatito a salvar o clube carioca.

O clube mineiro chegou a virar, aos 28 minutos. Contudo, o VAR, comandado por Rodrigo D Alonso Ferreira (SC), apontou toque de mão. O gol, então, foi anulado. Aos 43, Matheus Pereira ficou com o rebote, mas errou o alvo e desperdiçou chance. O primeiro tempo, assim, terminou 1 a 1.

O Fogão quase voltou a liderar o placar no começo da etapa final. Aos dois minutos, Júnior Santos apareceu bem na área e desviou de letra. Anderson defendeu. Na sequência, aos quatro minutos, Lucas Romero perdeu a bola. Jeffinho conseguiu driblar o goleiro, mas chutou para fora.

O Cruzeiro virou aos 19 minutos. Rafa Silva ficou com rebote na área e marcou: 2 a 1. Aos 26 minutos, o VAR recomendou revisão de lance envolvendo Alexander Barboza, que tinha acabado de entrar. O árbitro, então, deu vermelho ao zagueiro por falta dura em Matheus Pereira.

Artur Jorge, então, colocou Danilo Barbosa e Óscar Romero. Saíram Gregore e Tiquinho Soares. A alteração deu certo. Aos 37 minutos, após cobrança de escanteio, Danilo Barbosa ganhou pelo alto e fez 2 a 2 no Mineirão.

Contudo, o Cruzeiro marcou o terceiro aos 45 minutos. Rafael Elias, que entrou no segundo tempo, completou cruzamento da direita e fez 3 a 2. A Raposa largou com o pé direito no Brasileirão, enquanto o Botafogo se lamenta.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na App Store

Relacionadas