Com um a menos, Coritiba vence o Internacional e vai para a final da Copa do Brasil Sub-20

Coxa sai na frente, Inter empata e fica com um a mais em campo, mas o goleiro Rafael Willian segura o resultado até o gol de pênalti de Biel, que define o placar

O Coritiba venceu por 3 a 2 o Internacional, na semifinal da Copa do Brasil Sub-20. Em um jogo franco, aberto e emocionante, com os times brigando até o fim, quem deu brilho a tudo isso foi o goleiro Rafael Willian, do Coritiba, que fez grandes defesas e segurou o resultado de 2 a 2 justamente quando o Internacional tinha um jogador a mais e pressionava muito. A vitória veio com o gol de pênalti que Biel sofreu e marcou. O jogo ainda teve um início de confusão mas que acabou rapidamente com a comemoração do Coritiba.

Como fica?

Com o resultado, o Coritiba está na final da Copa do Brasil Sub-20. Agora aguarda a decisão entre Avaí e Botafogo, que jogam neste sábado. A equipe carioca tem a vantagem após vencer o primeiro jogo por 2 a 0.

Coxa mandando

O jogo foi bastante movimentado no primeiro tempo, com os times abertos. O Coritiba se aproveitou e abriu o placar com o gol de Luizão logo aos sete minutos. O Inter empatou com Cadorini, mas a pressão alviverde seguia e Biel se aproveitou bem de erro de saída de bola e fez 2 a 1.

Os ventos mudam...

O Coritiba foi confiante para o vestiário, mas o segundo tempo foi totalmente diferente. Os ventos da partida mudaram para o Inter, que empatou o jogo logo aos três minutos com Cadorini pela segunda vez. O Coxa perdeu Diogo, que simulou um pênalti e tomou o segundo amarelo.

Com um a mais...

O Inter passou a se aproveitar da vantagem e foi testando o goleiro Rafael Willian, que passou no teste! Defendeu até que aos 37 minutos um pênalti devolveu a liderança para o Coritiba. Biel marcou e deu a vantagem novamente. A pressão seguiu, mas o resultado estava definido.

Cada defesa!

O goleiro Rafael Willian foi gigante (muito mais que a sua altura) na final! Fez grandes defesas no segundo tempo, quando o time passou a sofrer uma pressão absurda do Internacional, que era melhor em campo e ficou ainda mais perigoso após ter um a mais em campo. Mas o paredão coxa segurou até o fim e comemorou o grande momento de sua curta carreira até agora.
- Não tenho palavra para descrever como conseguimos vencer essa partida.