Com calor da torcida, Seleção dá adeus à Granja e não deve voltar a treinar no Brasil antes da Copa

Ao contrário de outras oportunidades, Brasil não vai fazer a reta final de preparação para o Mundial no centro de treinamento da CBF. Viagem para a Bolívia será à tarde

Em um domingo chuvoso, a Seleção Brasileira se despediu da Granja Comary. Os comandados de Tite farão mais um treino na Granja nesta segunda (28) e, então, viajarão para a Bolívia. Essa, provavelmente, será a última vez que a Seleção se reúne em casa antes da Copa, já que não deve se preparar para o Mundial como nos anos anteriores.

Não era muita gente na Granja no domingo: menos de 100 torcedores, entre amigos, parentes e convidados dos jogadores e da CBF. Até porque o clima não ajudou muito, com chuva e frio. Mas quem veio procurou incentivar com músicas, bateria, bandeiras e fumaças.

A tradicional neblina de Teresópolis frustrou quem esperava ver todo o treino nos detalhes. Na hora da atividade tática, o público ficou em silêncio e pôde ouvir Tite orientando o time titular.

Depois do treino, nomes como Fabinho, Lucas Paquetá e Richarlison interagiram com os torcedores. E Tite voltou para as grades que cercam o gramado principal da Granja para atendê-los. Ele tirou fotos, deu autógrafos e ainda "orquestrou" um batuque.

Não foi uma despedida com grande público, mas como indicou o volante Fred, os jogadores comemoraram essa oportunidade de reencontrar familiares, em especial aqueles que atuam na Europa — 86% do atual grupo no momento, exceto Weverton, Everson e Arana.

Mesmo faltando cerca de oito meses para a Copa do Mundo, já dá para dizer que a Seleção não voltará a treinar no Brasil antes do torneio. Algo diferente do que aconteceu, por exemplo, nas campanhas recentes para as edições de 2014 e 2018, quando houve preparação na Granja Comary.

A única possibilidade de isso mudar é caso a Fifa determine que a partida contra a Argentina seja realizada no Brasil. O clássico que deveria ter acontecido em setembro do ano passado, mas acabou suspenso após intervenção de agentes da Anvisa, deve ser disputado em junho. A CBF quer levar o confronto para a Austrália, à pedido da Pitch. A decisão sobre o local do jogo deve sair na próxima semana.

A Fifa definiu que as equipes devem se reunir até uma semana antes, no dia 14, e elas terão que chegar no Catar até cinco dias antes de suas respectivas estreias.

Antes disso, a seleção brasileira pretende fazer cinco amistosos, aproveitando as Datas Fifa entre o fim de maio e meados de junho e depois em setembro.

Após o treino da manhã, previsto para começar às 10h, a delegação deixa Teresópolis por volta das 15h e viaja rumo à Bolívia às 17h. Haverá uma parada em Santa Cruz de La Sierra, onde o grupo fica até poucas horas antes da partida e depois viaja para La Paz. O confronto contra a equipe da casa será no estádio Hernando Siles.

Programação da Seleção até a Copa:

  • 29/3 - Bolívia x Brasil, em La Paz.
  • 1/4 - Sorteio dos grupos da Copa do Mundo.
  • 31/5 a 14/6 - Data Fifa, com três amistosos (possivelmente na Ásia).
  • 19/9 a 27/9 - Data Fifa, com dois amistosos.
  • 14/11 - Data limite para a liberação dos convocados para a Copa.
  • 21/11 - Abertura da Copa do Mundo de 2022.