Capitão do Vasco, ex-zagueiro é condenado por tráfico internacional

Alex integrava quadrilha que enviou 6,68 toneladas de cocaína para o exterior, segundo investigações

A Justiça Federal no Rio condenou por tráfico internacional de drogas e organização criminosa os donos dos 280 quilos de cocaína que, segundo a Polícia Federal, foram desviados por três agentes e um delegado da Polícia Civil do Rio. Entre os condenados está o ex-zagueiro do Vasco, Alexsandro Marques de Oliveira, conhecido como Alex.

Alex foi titular e capitão na campanha do título carioca em 2003. Ele está preso desde fevereiro do ano passado, quando foi detido na Operação Turfe, da PF. No total, nove pessoas ligadas à quadrilha foram condenadas pela Justiça.

Alex foi condenado a 10 anos de prisão. Os investigadores dizem que a função do ex-jogador na quadrilha era alugar os galpões onde a cocaína era colocada dentro dos contêineres, antes de se encaminhada para o porto.

De acordo com as investigações da PF e do Gaeco do MPF, a quadrilha enviou 6,68 toneladas de cocaína para a Europa e África em 14 operações distintas, entre dezembro de 2020 e fevereiro de 2022. A droga era escondida em contêineres, transportados em navios que partiam do porto do Rio.

Alex ficou no Vasco até o final da temporada de 2003, mas perdeu espaço no Campeonato Brasileiro. Após deixar o clube, ele ainda jogou na Portuguesa, no Santo André e no futebol asiático, antes de encerrar a carreira.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p