Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
X
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > esportes > NACIONAL

Botafogo-SP vence o Operário-PR com gols últimos minutos

Gustavo Bochecha aproveita contra-ataque e garante o triunfo do Pantera; Fantasma perde a chance de virar líder


				
					Botafogo-SP vence o Operário-PR com gols últimos minutos
Momento de Bota-SP x Operário-PR. André Jonsson/OFEC

O Botafogo-SP insistiu até os minutos finais e deixou o gramado do Germano Krüger com o doce sabor da vitória. Neste sábado, o Pantera venceu por 1 a 0 o Operário-PR graças ao gol marcado pelo camisa 10, Gustavo Bochecha, nos acréscimos do segundo tempo e quando o time tinha um jogador a menos após a expulsão de Lucas Dias.

O Fantasma voltou a perder após quatro triunfos consecutivos, enquanto os paulistas emplacam a quarta vitória nas últimas cinco partidas.

Leia também

A vitória no apagar das luzes leva o Botinha para a 11ª colocação, com 16 pontos. O time passa a focar na zona de acesso, pois está a três pontos do quarto colocado, o Sport.

O Operário permanece na terceira posição, com 21 pontos, e pode perder o posto no G4 em caso de vitórias de Sport e Santos no complemento da rodada.

Pela 13ª rodada da Série B, o Botafogo-SP recebe o Sport no sábado, dia 29, às 17h (de Brasília), no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto. O Operário tem duelo como visitante. No domingo, dia 30, às 16h, o duelo é contra o Paysandu, na Curuzu, em Belém.

Como foi

O Operário dominou as ações no primeiro tempo e arriscou, mas sem conseguir furar o bom bloqueio do oponente. O Fantasma assustou logo aos seis minutos, em uma cabeçada de Willian Machado, que obrigou João Carlos a fazer uma bela defesa. Em seguida, no arremate com Pará, o goleiro fez a defesa em dois tempos.

O Botafogo tentou explorar o erro do adversário, mas não achou espaço na transição do ataque diante da melhor defesa da Série B. No chute mais perigoso, com Douglas Baggio, a bola passou raspando a trave direita.

A etapa final teve o Pantera apostando na transição em velocidade para tentar o gol. Em um bom contra-ataque, Alex Sandro passou para Negueba, que driblou Joseph e finalizou à esquerda do gol.

Em outra oportunidade, Douglas Baggio recebeu pelo meio, avançou e chutou forte, mas Rafael Santos deu um leve desvio na bola e colocou para escanteio. Aos 42, Lucas Dias foi expulso. Na sequência, Ronaldo teve uma grande chance, mas cabeceou a bola no travessão.

Após muita pressão, aos 49, Patrick Brey dominou a bola, saiu em disparada e passou para Gustavo Bochecha driblar o zagueiro e finalizar de perna esquerda para garantir a vitória do Pantera.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Relacionadas

X