Atlético-MG anuncia Eduardo Coudet como novo técnico

Argentino estava sem clube e chega para ocupar a vaga de Cuca

O Atlético-MG anunciou Eduardo Coudet como novo treinador do time. O contrato vai até o fim de 2024. O argentino estava sem clube e chega ao Galo para ocupar a vaga deixada por Cuca. O histórico técnico - campeão da Libertadores (2013), Brasileiro e da Copa do Brasil (2021) - deixou o Alvinegro no começo desta semana, após uma terceira passagem frustrante.

Coudet estreia pelo Atlético somente em 2023, quando a equipe vai disputar as fases preliminares da Libertadores tentando garantir presença na fase de grupos. Além disso, o clube tem o Campeonato Mineiro, a Copa do Brasil e o Brasileirão em uma temporada especial. Em março, o Galo vai inaugurar seu estádio, a Arena MRV.

Junto com o treinador, virão dois auxiliares técnicos (Ariel Broggi e Diego Monarriz), um preparador físico (Octávio Manera), um auxiliar de preparação física (Guido Cretari) e um analista de desempenho (Carlos Miguel Fernández).

Pouco depois do anúncio, o Atlético usou suas redes sociais para transmitir a primeira mensagem do treinador argentino para sua torcida. Ele terminou com uma das mensagens tradicionais da torcida: "aqui é Galo"

"Estou mandando aqui um saludo muito grande para massa atleticana, aqui é Galo! Abraço!" - Eduardo Coudet

Será a segunda passagem de Eduardo Coudet pelo futebol brasileiro. Em 2020, ele dirigiu o Internacional, onde ficou por cerca de nove meses. O Galo havia mirado em Vojvoda, que renovou com o Fortaleza, depois também analisou Sebástian Beccacece, muito ligado a Jorge Sampaoli, que dirigiu o time em 2020.

A diretoria viu em Coudet o nome ideal, disponível no mercado e com a experiência de já ter trabalhado no futebol brasileiro. Coincidentemente, tanto Coudet como Beccacece e Antonio Turco Mohamed, que treinou o Galo no início do ano, são agenciados por Cristian Bragarnik, que também é proprietário do Elche, clube da primeira divisão da Espanha.

Natural de Buenos Aires, Eduardo Coudet, de 45 anos, foi meio-campista e iniciou a carreira como treinador em 2015, no Rosario Central. O argentino viveu sua primeira experiência fora do país natal no comando do Tijuana, do México, em 2017. De volta à Argentina, treinou o Racing, onde conquistou dois títulos: a Superliga Argentina 2018/2019 e o Torneio dos Campeões.