Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > esportes > NACIONAL

Anderson Silva rescinde contrato com o UFC; Dana White nega, mas volta atrás

Ex-campeão peso-médio ainda reflete sobre continuidade da carreira fora da companhia.

Anderson Silva não é mais lutador do UFC. De acordo com seu empresário Jorge "Joinha" Guimarães, o ex-campeão peso-médio chegou a um acordo verbal pela rescisão de seu contrato com a companhia, a qual representa desde 2006. O site "MMA Fighting" foi o primeiro a publicar a informação.

O presidente do UFC, Dana White, confirmou a notícia no fim de tarde desta quinta-feira, após contestar o acordo inicialmente. Numa entrevista ao site "TMZ Sports" no início da tarde, White disse que a organização não concordou em liberar o atleta de 45 anos de seu contrato e afirmou que, caso Anderson queira lutar mais uma vez, ele estava preso ao Ultimate. Contudo, mais tarde ele se retificou, disse que estava enganado e que, de fato, o contrato havia sido rescindido.

Leia também

Segundo Guimarães disse ao Combate.com em contato através de mensagens instantâneas, Anderson ainda "está refletindo" sobre a continuidade de sua carreira. Ele assegurou que o acordo verbal pela rescisão do contrato é "100%" mútuo.

Anderson Silva, 45, fez sua última apresentação em 31 de outubro, quando perdeu para Uriah Hall por nocaute no quarto round. A luta foi vendida como a última da carreira do Spider no UFC, apesar de seu contrato ainda prever mais um combate. Logo após o evento, Anderson disse ser "difícil dizer" se aquela era sua última luta, mas Dana White afirmou em coletiva de imprensa que não ofereceria mais lutas para ele e que ele deveria se aposentar. No dia seguinte, o brasileiro publicou nas redes sociais que se despedia "de uma vida inteira dedicada ao esporte".

O Spider foi campeão dos pesos-médios do UFC entre 2006 e 2013, período durante o qual bateu recordes de defesas de cinturão (10) e vitórias (16) consecutivas. Ele tem 34 vitórias, 11 derrotas e um "No Contest" na carreira, sendo 17 vitórias, sete derrotas e um "No Contest" no Ultimate.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas