Tuchel se irrita com pergunta sobre confiança dos jogadores do PSG

Após vitória com atuação ruim diante do RB Leipzig, técnico reclama dos sucessivos desfalques e da falta de ritmo do time

O PSG venceu o RB Leipzig por 1 a 0 nesta terça-feira e se manteve vivo na Liga dos Campeões da Europa, dependendo apenas de suas forças para avançar às oitavas. Mas a exibição abaixo da média dos atuais vice-campeões da Champions, que já haviam sofrido virada dura contra o Monaco na sexta-feira, chamou atenção.
Perguntado em entrevista após a partida se a confiança dos jogadores estava abalada, o técnico Thomas Tuchel mostrou irritação. Para ele, o grande problema do Paris Saint-Germain é a falta de ritmo dos jogadores.
- Estou cansado de responder a essas perguntas. Se tiver coragem, pergunte isso aos jogadores. Eles estão mortos, pergunte a eles. Eles deram tudo, jogaram com o coração.
O PSG vem convivendo com desfalques na temporada 2020/21. O próprio Neymar, autor do gol da vitória no Parque dos Príncipes, não começava um jogo como titular desde o dia 28 de outubro, quando lesionou-se diante do Basaksehir.
- Verratti entrou hoje sem ter treinado. Neymar está sem ritmo, jogou quase sem treinar também. O mais importante era ganhar o jogo e nós ganhamos - concluiu o treinador.
Líder do Campeonato Francês com dois pontos de vantagem sobre o vice-líder Lille, o PSG volta a campo no próximo sábado, novamente em casa, contra o Bordeaux. Pela Champions, enfrenta o Manchester United, quarta-feira na Inglaterra.