Sauber anuncia Marcus Ericsson e Charles Leclerc como pilotos para 2018

Alemão Pascal Wehrlein dará lugar ao jovem talento monegasco da Fórmula 2

A Sauber anunciou, neste sábado, Marcus Ericsson e Charles Leclerc como a dupla de pilotos para a temporada 2018 da Fórmula 1. O anúncio foi feito por Sergio Marchionne, presidente do grupo Fiat Chrysler (FCA) - que comanda tanto a Ferrari e quanto a montadora Alfa Romeo -, na cerimônia que marcou a apresentação da parceria entre a empresa e a escuderia suíça.
Ericsson está na Fórmula 1 desde 2014 e defendeu a Sauber nas últimas três temporadas. Ele disputava a vaga com Antonio Giovinazzi - que ficará no time como terceiro piloto -, já que Marchionne queria espaço para o desenvolvimento de jovens pilotos italianos. A boa relação de Ericsson com a Sauber, no entanto, prevaleceu durante as negociações. Nesta temporada ele não marcou pontos e se despediu na 20ª colocação.
Leclerc fará sua temporada de estreia na principal categoria do automobilismo mundial. Aos 20 anos, o monegasco é membro da academia de pilotos da Ferrari desde 2016 e campeão da Fórmula 2. Em agosto deste ano, em Hungaroring, Leclerc foi o mais rápido na segunda parte de uma sessão de testes coletivos da F1.
O anúncio da nova dupla oficializa também que o alemão Pascal Wehrlein está fora da escuderia. Ele terminou o Mundial deste ano em 19º lugar, com cinco pontos conquistados por sua oitava colocação no GP da Espanha, em maio.

Evento celebrou parceria da Sauber com a Alfa Romeo para 2018 - Foto: FOTO: Reuters

A FCA assinou um contrato multianual com a Sauber para uma parceria tecnológica e comercial. O logo da Alfa passará a estampar os carros da escuderia suíça no local reservado para o patrocinador principal a partir de 2018. Também já no ano que vem, a equipe passará a se chamar Alfa Romeo Sauber F1 Team. O carro terá o logo da empresa italiana estampado e usará motores Ferrari atualizados, ou seja, a mesma unidade de potência que usada pela escuderia de Maranello e pela Haas.
A parceria fomentará a troca de conhecimentos estratégicos, comerciais e tecnológicos entre as duas empresas, proporcionando novas oportunidades para ambas tanto na F1 quanto em outras categorias. Contudo, esta não é a primeira vez que uma manobra desse tipo foi feita na Sauber que, entre 2006 e 2009, o time teve parceria semelhante com a BMW na Fórmula 1.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p