Imagem
Menu lateral
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > esportes > INTERNACIONAL

Por que Lima é favorita a receber a primeira final única da Libertadores?

Boa localização, estrutura turística e chances pequenas de presença de equipes peruanas são trunfos para cidade

A Conmebol decidiu: de 2019 a 2022, pelo menos, a Libertadores terá final em jogo único. E a principal candidata a receber a primeira decisão do torneio, no ano que vem, é Lima. Para o próximo ano, a decisão sobre quem sediará o evento será feita pelo Conselho da entidade. A partir de 2020, o órgão abrirá processo licitatório para que várias cidades se candidatem a abrigar a final.

A provável escolha por Lima tem três razões principais: boa localização geográfica, boa estrutura turística e a garantia de neutralidade. Em abril haverá reunião ordinária do Conselho em Buenos Aires, mas a oficialização de qual será a sede da final da Libertadores de 2019 pode sair em março, durante reunião do Conselho da Fifa, em Bogotá.

Leia também

Para a sua primeira final no novo formato, a Conmebol busca um local neutro. Por este motivo, estádios da Argentina e Brasil foram praticamente descartados diante da grande possibilidade de que equipes dos dois países possam chegar à decisão.

Nas 58 edições anteriores, apenas sete vezes não houve uma final com times brasileiros ou argentinos. Por outro lado, somente duas vezes equipes peruanas decidiram a Libertadores: em 1972 o Universitario perdeu para o Independiente na final, e em 1997 o Sporting Cristal foi derrotado pelo Cruzeiro. As poucas chances de que uma equipe peruana chegue à decisão é um ponto favorável para que Lima seja a escolhida.


				
					Por que Lima é favorita a receber a primeira final única da Libertadores?
FOTO: Divulgação/Seleção Peruana

Ainda não se sabe qual dos dois grandes estádios de Lima poderiam receber a decisão. O Monumental, que pertence ao Universitario, tem capacidade para 80 mil pessoas. Ao GloboEsporte.com, o clube diz que não foi procurado pela Conmebol. O Estádio Nacional, que pertence ao governo, recebe até 43 mil pessoas. É o local onde a seleção peruana manda a maioria de seus jogos.

Além da decisão em jogo único, a Conmebol também deve anunciar outras ações inspiradas na Liga dos Campeões da Uefa, como a eleição de um time ideal, com os melhores jogadores por posição, e o melhor jogador do torneio.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas