Manor reforça vínculo com Mercedes na Fórmula 1 e contrata piloto alemão

Equipe assina com Pascal Wehrlein e, em troca, terá direito a usar túnel de vento da escuderia germânica. Time britânico também usará motores Mercedes

A Manor assinou por um ano com o alemão Pascal Wehrlein, reserva da Mercedes. Apesar de usar motores da montadora germânica a partir deste ano, o negócio não está atrelado a este fato. O real motivo do piloto ganhar uma vaga é a possibilidade de a equipe britânica poder usar o túnel de vento do time alemão, fator crucial para o desenvolvimento do seu carro. Como a Manor era a única que ainda não havia confirmado sua dupla, agora falta apenas mais uma vaga a ser preenchida para a Fórmula 1 saber qual será o grid de 2016.
- A Manor é um grande lugar para eu começar minha carreira na F1. É uma equipe pequena, mas completamente focada. Espero conhecer todos em breve. Ainda que seja apenas minha primeira temporada na Fórmula 1, meu objetivo é ajudar o Stephen (o dono do time) e o resto da equipe a atingir os objetivos. Sei que será um desafio complicado, mas acho que é possível conquistar alguns pontos ao longo do caminho. Vai ser divertido - afirmou.
O piloto de 21 anos ficou conhecido após se tornar o campeão mais jovem da DTM (principal categoria de turismo alemã), em 2015. Wehrlein se tornou reserva da Mercedes em setembro de 2014, e já teve a oportunidade de guiar os carros de Lewis Hamilton e Nico Rosberg diversas vezes. Ainda que seja titular da Manor em 2016, o piloto poderá ser chamado para correr pelo time alemão em caso de doença ou lesão de um dos seus titulares, desde que o aviso seja dado com certa antecedência.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p