Manchester City vence a Inter de Milão e conquista a Champions

Enderson realiza milagres e equipe comandada por Pep Guardiola vence Tríplice Coroa, pela primeira vez em sua história

É CAMPEÃO! E É INÉDITO! O Manchester City venceu a Inter de Milão por 1 a 0, saiu da fila e conquistou seu primeiro título de Champions League. Na etapa inicial, a equipe de Pep Guardiola assustou os italianos com Haaland, mas perdeu De Bruyne por lesão. Em um segundo tempo emocionante, Rodri anotou o gol do triunfo, enquanto o time nerazzurri esteve próximo de evitar a derrota, mas parou no travessão e em milagres de Ederson, que evitou a igualdade no marcador.

Com a conquista da "Orelhuda", o Manchester City alcança o patamar que já possui Liverpool, Manchester United, Chelsea, Nottingham Forest e Aston Villa. Os Sky Blues tornam-se a sexta equipe da Inglaterra a alcançar o lugar mais alto da Europa.

INGLESES MELHORES

Na etapa inicial, o Manchester City teve as melhores oportunidades e construiu uma grande chance no início da partida com Bernardo Silva recebendo uma bola pelo lado direito, infiltrando da área, mas finalizando pela linha de fundo com muito perigo. A Inter de Milão respondeu com Brozovic tabelando com Lautaro Martínez e batendo por cima da meta. Mas após o susto, a equipe de Pep Guardiola quase abriu o placar com Haaland sendo acionado na área após passe de De Bruyne e chutando para grande defesa de Onana. E na sequência, o meia belga recebeu um passe na intermediária, cortou a marcação para o meio e bateu de longe para intervenção tranquila do goleiro camaronês.

QUE INFELICIDADE

Aos 29 minutos, De Bruyne sentou no gramado por conta de uma lesão muscular. Pep Guardiola mandou Phil Foden aquecer, mas o belga pediu para o treinador segurar a substituição. No entanto, o camisa 17 não aguentou a dor e foi substituído aos 35 minutos. Assim como na decisão da Champions League contra o Chelsea em 2021, o atleta não conseguiu completar o duelo por conta de uma contusão, embora De Bruyne tenha deixado o gramado apenas na segunda etapa há dois anos.

QUEM NÃO FAZ, LEVA

Na segunda etapa, a Inter de Milão voltou melhor e teve uma grande oportunidade com Lautaro Martínez aproveitando uma bobeada de Akanji, mas o argentino optou por tentar uma finalização sem muito ângulo para defesa de Ederson. Em uma das poucas chegadas do Manchester City, Bernardo Silva foi acionado pelo lado direito, cruzou na área, mas a bola desviou em Acerbi e sobrou açucarada para Rodri chegar batendo de primeira e estufar as redes aos 22 minutos. Os italianos responderam com Dimarco aproveitando novo erro de Akanji em uma bola lançada na área e encobriu o goleiro brasileiro com uma cabeçada precisa, mas carimbou o travessão. No rebote, o lateral-esquerdo acertou Lukaku.

Manchester x Inter de Milao pela Champions League - Foto: Bulent Kilic/AFP

MILAGRE DE EDERSON

Após sofrer o gol, a Inter de Milão pressionou em busca do empate. Logo após a chance desperdiçada por Dimarco, Lukaku foi acionado pelo lado direito e finalizou rasteiro para defesa tranquila de Ederson. O Manchester City assustou com Phil Foden, mas os italianos estiveram mais próximos de estufar as redes. Aos 43 minutos, Gosens recebeu um cruzamento pelo lado esquerdo, encontrou Lukaku na pequena área e o centroavante cabeceou para uma defesa milagrosa do goleiro brasileiro, enquanto Ruben Dias afastou o perigo tirando a bola pela linha de fundo. E no último lance da partida, os italianos quase igualaram o marcador em cobrança de escanteio que encontrou a cabeça de Dimarco, mas Ederson fez uma nova grande defesa para garantir o título do clube inglês.

TRÍPLICE COROA

Com a conquista da Champions League, o Manchester City igualou o feito do Manchester United na temporada 1998/1999. Com Pep Guardiola, a equipe inglesa venceu a Premier League, a Copa da Inglaterra e a Liga dos Campeões em 2022/2023. O técnico catalão há havia alcançado essa marca com o Barcelona em 2008/2009.

FICHA TÉCNICA
MANCHESTER CITY 1 X 0 INTER DE MILÃOCHAMPIONS LEAGUE - FINAL

Data e hora: 10 de junho de 2023, às 16h (de Brasília)
Estádio: Estádio Olímpico Atatürk, no Istambul (TUR)
Árbitro: Szymon Marciniak (POL/FIFA)
Assistentes: Paweł Sokolnicki (POL/FIFA) e Tomasz Listkiewicz (POL/FIFA)
VAR: Tomasz Kwiatkowski (POL)

Cartões amarelos: Nicolò Barella, Romelu Lukaku e André Onana (INT); Erling Haaland e Ederson (MCI)
Cartões vermelhos: Ninguém
Gol: Rodri, 22'/2ºT (1-0)

MANCHESTER CITY (Técnico: Pep Guardiola)
Ederson; Ruben Dias, Manuel Akanji e Nathan Aké; John Stones (Kyle Walker, 361/2ºT) e Rodri; Gundogan, De Bruyne (Phil Foden, 35'/1ºt), Bernardo Silva e Jack Grealish; Erling Haaland.

INTER DE MILÃO (Técnico: Simone Inzaghi)
Onana; Dumfries (Bellanova, 30'/2ºT), Darmian (D'Ambrosio, 38/2ºT), Acerbi, Bastoni (Gosens, 30'/2ºT) e Dimarco; Brozovic, Barella e Calhanoglu (Mkhitaryan, 38'/2ºT); Lautaro Martínez e Edin Dzeko (Romelu Lukaku, 11'/2ºT).

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p