Longe de encher os olhos, Brasil bate Arábia Saudita em amistoso

Com gols de Gabriel Jesus, que reencontrou o caminho do gol com a camisa amarelinha, e Alex Sandro, equipe de Tite faz 2 a 0 sobre árabes em Riad

Por Vinícius Faustini
Foi bem longe de ser o "Superclássico" que esperavam os árabes, mas o Brasil comprovou sua superioridade e venceu a Arábia Saudita, por 2 a 0. Mesmo com atuação longe de ser convincente, a Seleção viu Gabriel Jesus (que voltou a marcar com a amarelinha) e Alex Sandro decretarem o triunfo nesta sexta-feira, em Riad. O próximo amistoso da equipe de Tite será também em território árabe, contra a Argentina.
Gabriel Jesus não se omitiu na sua volta à Seleção Brasileira. Após aparecer para tentar tabelas, exigir Al-Owais e ter gol anulado, o camisa 9, enfim, pôde celebrar. Lançado por Neymar, o atacante surgiu livre pela direita e tocou na saída do goleiro para marcar, aos 42.
Que burocracia...
Mesmo com Tite tendo a formação ofensiva próxima do que considera ideal, a Seleção penou para criar jogadas. As melhores chances foram lampejos de Neymar. Além do passe para o gol de Gabriel Jesus, o camisa 10 ameaçou três vezes.
Riscos das Arábias
A sonolência da Seleção Brasileira deu margem para a Arábia Saudita tentar investidas. Principal jogador da equipe, Al-Dawsari obrigou Casemiro a se atirar para evitar finalização. Na etapa final, o camisa 10 ainda serviu Al-Faraj, mas o meia concluiu mal.
Mudanças, em termos
Tite bem que tentou mudar o panorama da Seleção. Na volta do intervalo, lançou Lucas no lugar do inoperante Fred. O camisa 21 recebeu na área e exigiu Al-Owais. O técnico ainda deu espaço para Walace, Arthur e Richarlison, mas o Brasil demorou a se lançar à frente.
VAR em ação
Aos 37, Richarlison fez apareceu livre e Al-Owais espalmou quando estava fora da área. Foi a vez do VAR entrar em campo, ajudando o árbitro Danny Makkelie a expulsar o goleiro. Com um jogador a mais, o Brasil voltou a ameaçar com Walace.
Vitória sacramentada
Aos 50, a Seleção decretou sua vitória. Neymar cobrou escanteio e Alex Sandro subiu para marcar. Longe de encantar, o Brasil comprovou sua força. Mas é preciso mostrar mais contra a rival Argentina.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p