Evento de MMA de lingerie quer Ronda, caso ela se aposente do UFC

CEO do polêmico Lingerie FC diz que ex-campeã peso-galo seria perfeita como competidora ou mesmo como embaixadora da liga

Caso Ronda Rousey desista mesmo de voltar a lutar no UFC após sua derrota para Holly Holm no ano passado, ela já tem lugar para continuar a lutar MMA: no Lingerie FC. O evento feminino no qual as lutadoras se apresentam vestidas apenas com roupas íntimas lançou comunicado à imprensa nesta semana avisando que pretende fazer oferta à ex-campeã do peso-galo se ela se desligar do Ultimate.
- Ronda Rousey está há muito tempo no topo da nossa lista de desejos. Não só ela é uma das melhores lutadoras de todos os tempos, ela também é uma mulher muito bonita que não tem medo de exibir seu lado sexy. Nós temos razões para acreditar que a Srta. Rousey poderia considerar seriamente um papel no Lingerie Fighting Championship, seja como competidora ou como embaixadora. Ela já criticou no passado o pouco que as lutadoras recebem, e o LFC sempre mostrou um verdadeiro compromisso em pagar nossas lutadoras muito bem - disse Shaun Donnelly, CEO da companhia.
Há controvérsias sobre o interesse de Ronda, que se tornou um ícone contra a objetificação do corpo feminino, no Lingerie FC, acusado de sexismo. A liga é uma mistura de MMA com WWE; apesar de as lutas não serem combinadas, elas são disputadas mais no solo do que em pé, e há foco e exagero nas histórias pessoais de cada participante. Além disso, a lutadora, que se transformou em estrela internacional após participações bem sucedidas em filmes de Hollywood, recebe bolsas acima de US$ 100 mil (cerca de R$ 327 mil) e foi listada pela revista Forbes como a oitava atleta feminina mais bem paga do mundo em 2015. O LFC, por sua vez, paga bolsas de cerca de US$ 15 mil (R$ 49 mil), valor bem mais modesto.
- Ainda é uma possibilidade distante neste momento. Primeiro, eu não acredito que Rousey perca de novo para Holm. Ela é uma lutadora excepcional e vai ter um longo tempo para se preparar. Não apostaria contra ela nessas circunstâncias - afirmou Donnelly.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p