Conmebol atende Grêmio e retira ex-árbitro argentino da final da Libertadores

Ex-árbitro Héctor Baldassi estava escalado como assessor internacional na decisão de quarta-feira contra o Lanús, na Argentina

Após entrar com um pedido formal na Conmebol, o Grêmio obteve a confirmação da confederação sul-americana que o ex-árbitro Héctor Baldassi, escalado para a final da Libertadores como assessor internacional, foi retirado da equipe de arbitragem. Um colombiano será seu substituto. A solicitação gremista foi por conta da nacionalidade de Baldassi, que é argentino, em uma disputa direta pelo título com o Lanús.
A presença de Baldassi foi uma das coisas que incomodou o Grêmio para o jogo de volta, na próxima quarta, no estádio La Fortaleza. Por isso houve o pedido formal para mudança. A impossibilidade de escalar um assessor internacional com a mesma nacionalidade que uma das equipes em disputa consta no artigo 13.3 do regulamento da Libertadores.
O Grêmio já foi informado da mudança pela entidade, confirmada pelo diretor jurídico Nestor Hein. Nos bastidores, o clube se moveu e teve uma reunião com a Conmebol no Paraguai para cobrar melhorias na arbitragem no duelo na Argentina. O clube gaúcho ficou inconformado com a não marcação de um pênalti no fim do jogo da semana passada em cima de Jael, no último minuto.
Dentro de campo, o Tricolor jogará com uma equipe totalmente reserva e formada por garotos contra o Atlético-GO, neste domingo. Os titulares seguem a preparação para a finalíssima na Argentina. O elenco todo viajará para Buenos Aires na noite desta segunda-feira, em voo fretado. Nomes como Maicon e Douglas, mesmo machucados, estarão com o time na Argentina.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p