Imagem
Menu lateral
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > esportes > INTERNACIONAL

City e PSG preparam oferta de R$ 742 milhões ao Barcelona por Neymar

Enquanto isso, Barça luta para reforçar seu elenco e mira outro brasileiro: Paulinho, que está no futebol chinês e pressiona para ser negociado

Por Jorge Nicola

Uma semana depois de renovar com Messi, o Barcelona ganhou outro problema ligado a um dos membros do trio MSN: Manchester City e PSG topam pagar a multa rescisória para contratar Neymar em definitivo. O valor: 200 milhões de euros ou R$ 742 milhões, de acordo com a cotação de hoje.

Leia também

O maior problema para ingleses e franceses, por mais curioso que possa parecer, nem é com a multa rescisória estratosférica, mas com a dificuldade em convencer Neymar a trocar a Catalunha e a companhia de Messi e Suárez em campo.

No ano passado, na primeira investida em cima do astro brasileiro, o PSG chegou a oferecer salário de R$ 12 milhões por mês, livres de impostos, de acordo com o empresário Wagner Ribeiro. Neymar ainda teria direito a um percentual em uma rede de hotéis que levariam seu nome.

Pouco depois de dizer "não" ao clube francês, Neymar teve seu contrato renovado com o Barça até 2021, mesmo período em que terminam os vínculos de Messi e Suárez. O argentino, porém, teve o maior dos reajustes salariais e sua multa rescisória hoje é de R$ 1,1 bilhão.

A vontade do City em contratar o brasileiro tem a ver com a indicação de Guardiola, técnico que o dirigiu no próprio Barcelona. A fim de transformar o clube inglês em uma potência mundial, Guardiola entende que precisa de uma grande estrela e Neymar seria o nome mais "plausível".

Enquanto isso, o Barcelona luta para reforçar seu elenco e mira outro brasileiro: Paulinho. A primeira oferta ao Guangzhou Evergrande foi de 20 milhões de euros, mas os chineses rejeitaram. O Barça aumentou para 25 milhões de euros, mais dois milhões por performance. O ex-volante do Corinthians tem feito pressão nos bastidores para ser negociado.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas