Bola rolando: futebol inicia os Jogos, com favoritos Brasil e EUA em campo

Suécia x África do Sul abre a Olimpíada no Engenhão, às 13h (de Brasília). Seleção brasileira enfrenta a China, às 16h

A festa de abertura será só na sexta-feira, mas os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro começam já nesta quarta. E com bola rolando. Às 13h (de Brasília), as mulheres de Suécia e África do Sul entram em campo no Engenhão para a primeira rodada do Grupo E do futebol feminino. Esta é a mesma chave do Brasil, que enfrenta a China às 16h (de Brasília), no mesmo estádio.
Prata em 2004 e 2008, Marta & cia. chegam ao Rio após queda nas quartas em Londres 2012 e nas oitavas do Mundial de 2015. Porém, o trabalho do técnico Vadão vem dando resultado e a seleção ainda conta com o apoio da torcida para se firmar como uma das favoritas ao ouro em casa. O duelo entre Brasil e China terá transmissão ao vivo do GloboEsporte.com, TV Globo e SporTV.
O maior rival brasileiro, mais uma vez, será os Estados Unidos. Campeão de quatro das cinco edições do futebol feminino nas Olimpíadas (1996, 2004, 2008 e 2012, com prata em 2000) e tri mundial (1991, 1999 e 2015), o time de Alex Morgan e Hope Solo enfrenta a Nova Zelândia, às 19h (de Brasília), no Mineirão, com transmissão ao vivo do SporTV.
RIO DE JANEIRO (Grupo E)
13h - SUÉCIA x ÁFRICA DO SUL
Estádio: Engenhão
Transmissão ao vivo: SporTV
No período de treinos em Mangaratiba, na Costa Verde do Rio, as suecas fizeram muito mais que apenas bater bola: aproveitaram a praia e passaram a exibir um visual bem bronzeado na Vila Olímpica. Caberá ao time da técnica Pia Sundhage, bicampeã olímpica com os Estados Unidos, abrir os Jogos de 2016 contra a África do Sul. E a treinadora está bem confiante na vitória:
- Nós devemos ganhar e seria ótimo se conseguirmos. Acho que temos uma grande chance com o jeito que estamos jogando. Mas ano passado enfrentamos a Nigéria e times africanos são sempre um grande desafio, pois jogam um estilo diferente do que estamos acostumadas. Mas nos preparamos bem.
Por outro lado, a atleta Van Wyk, da África do Sul, sabe que terá vida difícil:
- Vamos enfrentar um dos melhores times do mundo. Jogamos contra elas na abertura de 2012 e perdemos por 4 a 1. Foi um jogo difícil.
16h - BRASIL x CHINA
Estádio: Engenhão
Transmissão ao vivo: GloboEsporte.com, TV Globo e SporTV

LEGENDA - Foto: FOTO: Reprodução/Twitter

Desde o último dia 24 de julho na Vila Olímpica, o Brasil tem seu primeiro compromisso nos Jogos. Nos trabalhos dos últimos dias, o técnico Vadão reforçou os treinamentos de bola aérea, apontada como arma forte das chinesas, adversárias na estreia. Os contra-ataques também são a aposta do treinador. Fabi, que chegou a preocupar no começo da última semana, treinou normalmente nesta terça e, caso esteja totalmente recuperada do desconforto, irá para o jogo. Escalação provável: Barbara; Fabiana, Rafaelle, Mônica, Tamires; Thaisa, Formiga, Andressa Alves e Marta; Cristiane e Beatriz
Ao contrário do Brasil, a China teve a oportunidade de ao menos se ambientar com o estádio da estreia. As jogadoras treinaram na segunda-feira no campo anexo do Estádio Olímpico. Na escalação, Ma Xiaoxu é vista como a atleta mais perigosa. Camisa 9, ela tem chute forte e, se a marcação relaxar, ela sabe finalizar.
SÃO PAULO (Grupo F)
15h CANADÁ x AUSTRÁLIA
Estádio: Arena Corinthians
Transmissão ao vivo: SporTV 2

Australianas terão o Canadá pela frente na Arena Corinthians - Foto: FOTO: Divulgação

Canadá e Austrália fazem um duelo de duas seleções que estão no Top 10 do ranking da Fifa, nesta quarta-feira, às 15h (horário de Brasília), na Arena Corinthians. Enquanto o time da Oceania é o quinto colocado, a seleção da América do Norte ocupa a décima posição. Ambas as equipes caíram nas quartas de final da Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2015.
- Os primeiros jogos do torneio são muito desafiadores. Os dois times ainda estão crus. Será uma partida muito tática, as equipes são muito similares no estilo. Você olha para a Austrália no ranking... Será difícil. Mas gostamos de ser azarões - resumiu John Herdman, técnico do Canadá. 
18h - ZIMBÁBUE x ALEMANHA
Estádio: Arena Corinthians
Transmissão ao vivo: SporTV 2
A Alemanha desperta maior atenção nesta primeira rodada em São Paulo. Em busca do inédito ouro, a seleção europeia, bicampeã mundial e três vezes bronze (em cinco edições de Olimpíada com futebol feminino) é a segunda no ranking da Fifa. Está atrás dos EUA, algoz na semifinal da última Copa do Mundo. Encara o azarão Zimbábue, às 18h, também em Itaquera.
- Nunca ganhamos a medalha (de ouro), sabemos que tem muitos oponentes fortes que querem o mesmo. Estamos bem preparados. Nosso objetivo é a medalha de ouro. Não foi fácil conseguir informações sobre o time do Zimbábue, mas vimos alguns vídeos, algumas partidas deles. Sabemos que tem jogadoras fortes e rápidas. Vamos ver o que podemos fazer no campo - resumiu a técnica alemã, Silvia Reid.
BELO HORIZONTE (Grupo G)
19h ESTADOS UNIDOS x NOVA ZELÂNDIA
Estádio:Mineirão
Transmissão ao vivo: SporTV

Alex Morgan é uma das maiores estrelas do futebol feminino nos Jogos Olímpicos - Foto: FOTO: Divulgação

A "bicho-papão" do futebol feminino é a primeira a entrar em campo nos jogos da modalidade, em Belo Horizonte. Quatro vezes campeão olímpica e três vezes campeão mundial, a seleção dos Estados Unidos encara a Nova Zelândia, a partir das 19h (de Brasília), no Mineirão.
Com um time recheado de estrelas, como a goleira Hope Solo, a meia Carli Lloyd, eleita a melhor jogadora do mundo pela FIFA, em 2015, e a atacante Alex Morgan, as norte-americanas são mais do que favoritas a não só vencer as neo-zelandesas, como a ficar em primeiro lugar na classificação do Grupo G.
22h FRANÇA x COLÔMBIA 
Estádio: Mineirão
Transmissão ao vivo: SporTV
A seleção francesa, da defensora Wendie Renard, da meia Amandine Henry e da atacante Le Sommer, entra em campo, a partir das 22h (de Brasília), com as colombianas entaladas na garganta. Na fase de grupos da Copa do Mundo do ano passado, as sul-americanas venceram por 2 a 0, numa das maiores surpresas da competição.
A França entra na competição de olho no pódio, já que ficaram pelo caminho, nas quartas-de-final do Mundial, ao perderem para a Alemanha. A Colômbia, que tem a meia Leicy Santos e a atacante Catalina Usma como principais nomes, foi a única seleção que divulgou a escalação. O time de Felipe Taborda estreia com Sandra Sepulveda, Nataly Arias, Angela Clavijo, Carolina Arias e Orianica Velásquez; Liana Salazar, Natalia Gaitan, Diana Ospina, Lady Andrade e Leicy Santos; Catalina Usme.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p