Acidente? Google “se adianta” e “divulga” finalistas da Copa de 2022

O Google foi motivo de debate entre internautas nesta segunda-feira (26). Isto porque o buscador acabou cometendo um erro e “cravou” a final da Copa do Mundo de 2022, a ser disputada entre os meses de novembro e dezembro no Catar.

Ao digitar na pesquisa o termo “Lusail Iconic próximos eventos”, o Google, além de trazer resultados sobre o estádio que sediará a final da Copa, traz também uma lista com todos os jogos do Mundial que serão disputados no local.

Até aí, nada anormal. Só que, na data do jogo da final, estava escrito Brasil x França, presumindo que esse seria a final da competição. Após chuva de comentários nas redes sociais, o Google removeu a informação.

Claro que, como o consertou ocorreu horas após a constatação, ficou impossível de se conter os prints na tela.

Repercussão nas redes sociais

No Twitter, muitos usuários brincaram com a situação inusitada, com os brasileiros torcendo para que a “previsão” se confirme.

Google lança ferramenta que facilita remoção de dados pessoais

Google está lançando ferramenta que facilita a remoção de resultados de pesquisa que contenham dados pessoais do usuário.

A novidade está na versão beta e somente na versão para smartphones e ainda não há informações sobre quando o recurso chega nos desktops. Além disso, ele foi liberado de forma limitada nos EUA e Europa, sendo incerto quando chegará ao Brasil.

Caso encontre alguma informação sua que não deveria estar nos resultados de pesquisa do buscador, clique no menu de três pontos no canto superior direito do resultado e, em seguida, em “remover resultado”.

A informação a seguir detalha que a remoção será mais rápida quando dados sensíveis (telefone, endereço ou e-mail) forem as informações a serem removidas. Como são utilizados em fraudes e golpes, o Google os prioriza. É possível detalhar a razão pela qual o usuário que omitir aquele resultado.

Para acompanhar o andamento, acesse “Resultados sobre você” no menu do app do Google. Ali, você pode filtrar por solicitações em andamento, aprovadas e rejeitadas.

Google analisará cada solicitação separadamente

Mesmo com o usuário detalhando as informações, o Google informou que é possível que nem todas as solicitações sejam atendidas. Isso pode acontecer porque o buscador vai analisar cada caso separadamente.

Isso pode se dar quando for entendido pela gigante das buscas que as informações “prejudicará” notícias, artigos ou similares, sem contar que a omissão da pesquisa não retira a informação da web.