Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > esportes > ALAGOANO

Yuri e Iury Castilho marcam e CSA vence o Londrina, fora de casa, pela Série B: 2 a 0

Gols do Azulão foram assinalados no finalzinho do 1º tempo; time alagoano ainda se deu ao luxo de perder um pênalti na 2ª etapa

Depois de quatro jogos sem sentir o sabor de uma vitória, o CSA, finalmente, desencantou e venceu o Londrina, por 2 a 0, em duelo na tarde deste sábado (18), no Estádio do Café, pela 24ª rodada da Série B do Brasileiro.

E a tarde foi dos Yuris azulinos. Isso porque os gols do CSA foram marcados por Yuri Lara e pelo seu xará, Iury Castilho, ambos no finalzinho do primeiro tempo. Detalhe: foi o primeiro gol de Yuri Lara com a camisa azulina. E o time marujo ainda se deu ao luxo de perder um pênalti, com Marco Túlio, que desperdiçou a cobrança. Essa foi a primeira vitória do CSA sob o comando do técnico Mozart Santos, em seu retorno ao time marujo.

Leia também

Com esta vitória, o CSA se reabilita um pouco na competição e agora soma 32 pontos, ocupando a 12ª posição na tabela, abrindo oito pontos do primeiro time na zona da degola, o Vitória, que tem 24. Quanto ao Londrina, segue na 18ª colocação, com 21 pontos. Clique aqui para ver o Tempo Real

Momentos antes de a bola rolar, o Azulão demonstrou uma mensagem de apoio ao jogador Celsinho, do Londrina, que foi alvo de ataque racista no mês passado, durante um jogo do Campeonato Brasileiro. O goleiro Thiago Rodrigues entregou a nova camisa de goleiros do CSA, que contém a frase #DigaNãoAoRacismo e uma carta de apoio de todos os que fazem o clube azulino.

Na próxima rodada, o CSA terá uma parada dura. Joga em casa e vai receber o Botafogo-RJ, no Rei Pelé, às 19h da quinta-feira (23). Já o Londrina terá como adversário o Náutico, mas dois dias antes, na terça-feira (21), nos Aflitos, no Recife-PE, às 21h30.

1º Tempo


				
					Yuri e Iury Castilho marcam e CSA vence o Londrina, fora de casa, pela Série B: 2 a 0
CSA e Londrina em campo no Estádio do Café. Augusto Oliveira/Ascom CSA

A partida começou com muitos erros por parte das duas equipes, sobretudo o Londrina. Mas o CSA se fazia mais presente no campo do adversário e, aos 8 minutos, na primeira finalização do jogo, Iury Castilho, do Azulão, abriu espaço e deu um chutão de longe, mas o goleiro Dalton defendeu no canto direito. Aos 13 minutos, em cobrança de escanteio de Celsinho, Junior Pirambu cabeceou, sozinho, mas mandou a bola à esquerda de Thiago Rodrigues.

Passava dos 15 minutos, mas os erros continuavam de um lado e do outro. No Azulão, continuava faltando um homem para organizar o meio campo. Aos 17 minutos, em um dos erros do CSA, uma bobeira do goleiro azulino, na saída de bola, ele quase entregou o ouro ao bandido, como se diz na gíria, e, por pouco, não deu chance ao adversário de fazer o gol. Chegando aos 20 minutos, o se se via era o Tubarão apertando a saída de bola do Azulão.

Aos 21 minutos, o CSA quase abriu o placar quando Ernandes foi à linha de fundo, mandou a bola na primeira trave e Nilson apareceu bem, sozinho, mas cabeceou por cima do gol de Dalton, desperdiçando a primeira boa chance do Azulão. Aos 25 minutos, foi a vez de Marco Túlio perder a chance. Ele chutou de longe, com perigo, a bola tinha endereço certo, mas o goleiro Dalton fez grande defesa.

O Londrina teve uma boa chance aos 30 minutos. Após bobeira da zaga do CSA, Gabriel Ramos ficou cara a cara com Thiago Rodrigues e bateu, mas o goleiro azulino fechou o ângulo e defendeu, salvando o time alagoano, milagrosamente. O jogo passava dos 35 minutos e o panorama não tinha mudado: jogadas feias e com muitos erros dos dois lados.

Mas aos 40 minutos, veio o primeiro gol do jogo. E foi do CSA. Iury Castilho cruzou da esquerda para o seu xará Yuri Lara, que mandou na primeira trave, deu um totó na bola e ela foi morrer no fundo da rede do Tubarão: 1 a 0 para o Azulão, no Estádio do Café.

O duelo chegou aos 45 minutos, o árbitro decretou três minutos de acréscimos e o placar não havia se alterado. Mas, aos 48 minutos, na última volta do ponteiro, o Azulão fez o segundo gol, desta vez com Iury Castilho. Ele recebeu de Ernandes, dominou dentro da área e acertou uma paulada. O goleiro Dalton ainda tocou na bola, mas o chute foi muito forte: 2 a 0 para o Azulão. Em seguida, a etapa inicial foi encerrada.

2º Tempo


				
					Yuri e Iury Castilho marcam e CSA vence o Londrina, fora de casa, pela Série B: 2 a 0
CSA fez os gols e segurou a vitória até o final da partida. Augusto Oliveira/Ascom CSA

A segunda etapa mal começou e o CSA teve um pênalti marcado em seu favor, após Saimon derrubar Iury Castilho na área, e a penalidade foi bem marcada. Mas a cobrança de Marco Túlio é que foi malfeita e ele simplesmente acabou perdendo a chance de o Azulão ampliar o placar, aos 2 minutos.

Com a vantagem no placar, o CSA recuou um pouco, trabalhava na defesa e deixava o Londrina com a bola. Aos 9 minutos, quando o Azulão tentou, dentro da pequena área, Yuri pegou muito embaixo da bola e jogou muito longe da meta de Dalton, por cima. E, depois da bobeira que fez, ao perder o pênalti, Marco Túlio foi substituído, indo para o chuveiro mais cedo. Em seu lugar entrou Renato Cajá. O técnico Mozart também tirou Nilson e colocou Dellatorre em campo.

Aos 16 minutos, o Londrina assustou, após mais uma bobeira do CSA. Depois da cobrança de escanteio, Caprini apareceu livre de marcação, cabeceou e a bola passou raspando a trave esquerda de Thiago Rodrigues, que fez uma defesa incrível, aos 18 minutos: Caprini cruzou na primeira trave, Saimon cabeceou no cantinho e o goleiro azulino fez uma defesa sensacional, evitando o gol do Tubarão.

Era a pressão do Londrina que, aos 23 minutos, tentou quando Matheus Bianqui deu uma caneta para cima de Gabriel e bateu para o gol, mas o goleiro azulino segurou. Aos 27’, o CSA respondeu: Renato Cajá chegou à linha de fundo, cruzou na pequena área, mas viu Dalton segurar, para livrar o perigo.

O CSA caiu de produção, se acomodou em campo e o técnico Mozart, a essa altura, tinha feito as cinco substituições que lhes são permitidas na partida. O Londrina também passou a fazer as modificações em seu time titular. Aos 31 minutos, Dellatorre, que também entrou em campo nessa etapa, perdeu um gol incrível. Ele ficou cara a cara com Dalton, mas chutou muito fraco e o goleiro tirou a bola com o pé.

O jogo se aproximava dos 40 minutos e o CSA se segurava em campo, para manter o resultado. O árbitro determinou cinco minutos de acréscimos e, aos 46’, o Tubarão ainda tentou, com Luiz Henrique, que bateu bonito e a redonda passou tirando tinta da trave esquerda do Azulão do Mutange. E, aos 50 minutos, a partida foi encerrada, com a vitória reabilitadora do CSA, por 2 a 0.

Ficha Técnica


				
					Yuri e Iury Castilho marcam e CSA vence o Londrina, fora de casa, pela Série B: 2 a 0
CSA desencantou e venceu o Londrina. Augusto Oliveira/Ascom CSA

Londrina - Dalton; Saimon, Marcão, Tárik (Caprini) e Felipe Vieira; Jhonny Lucas, Gabriel Ramos (Salatiel) e Celsinho (Luiz Henrique); Junior Pirambu, Lucas Lourenço (Gegê) e Matheus Bianqui (Pedro Cacho). Técnico: Márcio Fernandes.

CSA - Thiago Rodrigues; Cristovam (Éverton Silva), Matheus Felipe, Lucão e Ernandes (Giva Santos); Yuri, Geovane e Gabriel; Iury Castilho (Reinaldo), Marco Túlio (Renato Cajá) e Nilson (Dellatorre). Técnico: Mozart.

Árbitro - Adriano Barros Carneiro (CBF-CE).

Assistentes - Renan Aguiar da Costa (CBF-CE) e Eleutério Felipe Marques Junior (CBF-CE).

Quarto árbitro - Luiz Alexandre Fernandes (CBF-PR).

VAR - Daiane Caroline Muniz dos Santos (CBF-SP).

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas