Xeque-mate: pequenas campeãs alagoanas são destaque no xadrez

Irmãs somam 10 campeonatos alagoanos, 6 de Layse, de 16 anos, e 4 de Laura, de 11 anos

Pequenas campeãs e prodígios. Layse Acioli e Laura Sophia são irmãs e têm uma paixão em comum: o xadrez. Conhecido como um esporte de “gente grande”, as pequenas meninas provam para todos que as aparências enganam.

Layse tem 16 anos, foi a primeira mulher, em Alagoas, a realizar uma partida múltipla, onde o enxadrista batalha com vários oponentes simultaneamente, e se sagrou a primeira mestra mulher no Estado, pela Liga Brasileira de Xadrez. Na partida múltipla, a jovem enfrentou 24 jogadores, todos homens adultos, vencendo 22 rounds e empatando somente 2, sem nenhuma derrota.

Já Laura, a mais nova, tem 11 anos e é tetracampeã alagoana, provando que a idade não mede talento para ninguém, principalmente para estas pequenas. As duas meninas são treinadas pelo técnico Stanley de Oliveira Lessa, que as acompanha desde o início de suas trajetórias.

Jovens unidas com o mesmo objetivo, vencer e crescer no cenário do xadrez alagoano - Foto: Cortesia

Conquistas

Layse foi a inspiração para Laura, vencendo seis vezes o Campeonato Alagoano de xadrez e levando para casa duas taças da categoria feminina da competição, além de ter sido vice-campeã da Copa do Brasil de Xadrez. Laura, por sua vez, conquistou o tetracampeonato alagoano e já se coloca em um dos maiores rankings do País.

As adolescentes têm um futuro promissor, mantendo o nível alto e disputando com gente grande as maiores competições do Brasil e de Alagoas.

Layse competindo com gente grande e dando muito trabalho para os profissionais - Foto: Cortesia

Competições

As duas jovens foram convocadas, pela Federação Brasileira de Xadrez (FBX), para participar do Festival Nacional da Criança - FENAC (sub-6, 8, 10 e 12) e o Festival Nacional da Juventude e Juvenil (sub-14, 16, 18 e 20), que acontecerá em Natal, no Rio Grande do Norte, entre os dias 1 e 5 de junho deste ano.

Layse, por ter 16 anos, competirá na categoria sub-16 e Laura, por ter 11, disputará a categoria sub-12. As jovens chegam com o peso de terem conquistado muito espaço dentro do cenário do xadrez nacional e com favoritismo no patamar alagoano.

Porém existem contas a serem fechadas, a FBX irá arcar com as passagens aéreas e com as hospedagens, já a inscrição e a alimentação durante os dias 1 a 5 de junho, ficam a cargo dos pais. Somente uma inscrição fica no valor de R$ 400,00, para as duas, são R$ 800,00.

Roberta Campos, mãe das jovens, falou com a Gazeta de Alagoas. “Sempre faço uma questão enorme, corro atrás, porque sei os benefícios do xadrez para a vida delas, é um aprendizado para a vida mesmo, para manter a calma, para criar estratégias que são utilizadas em todas as áreas da vida”, destacou.

Inspiração para a mais nova, Layse é a primeira mestra de Alagoas - Foto: Cortesia

Despesas

Ela é companheira das filhas, está presente em todas as competições e começou uma campanha online para arrecadar o valor que será necessário para inscrever as atletas na competição e para manter a alimentação.

Em publicação no Instagram, chamado @xequematealagoas, as meninas fazem um apelo, para que a viagem seja concretizada. A ajuda é mais que importante para manter o sonho vivo.

Um número de Pix foi disponibilizado, seguido da seguinte mensagem: “Precisamos da ajuda de todos para efetuarmos nossa inscrição nesse campeonato! Qualquer valor depositado será de grande importância para realizarmos este sonho”.

Quem quiser colaborar com o sonho das grandes pequenas meninas, o número disponibilizado para o depósito via Pix é: 82988441240.