Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
X
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

Vitórias em casa por menos de 3 gols foi um dos critérios que marcou o Alagoano de 2022

Torneio, conquistado pelo CRB, teve média de 2,42 gols por partida e o time da melhor campanha terminou em 3º lugar

O Campeonato Alagoano de 2022 foi especial. Iniciado em 20 de janeiro, o Estadual foi disputado apenas por oito times, jogando entre si em partidas de ida. Ainda, não teve a vantagem do empate nas semifinais e contou com a presença do VAR na decisão.

CSA, ASA, Murici e CRB, nesta ordem, se classificaram para as semifinais. CRB e ASA disputaram o título e o Regatas sagrou-se campeão. Já CSE, Cruzeiro e Desportivo Aliança ficaram pelo caminho na primeira fase, e o Jaciobá foi rebaixado para a 2ª Divisão.

Artigos Relacionados

Rodrigo Rodrigues, do Azulão, e Anderson Feijão, do Gigante, foram os artilheiros da competição, com oito e seis gols cada, nesta ordem. Assim, são opções consideráveis para integrar a seleção do alagoano desta temporada. Abaixo, a Gazetaweb apresenta um cenário estatístico reduzido do que os clubes apresentaram em campo.

Em 36 jogos, foram 87 gols marcados, com média de 2,42 por partida. Quando jogou em casa, a maioria das equipes pontuou. Ao todo, foram 22 triunfos (44%) diante do torcedor, equivalente a 44%, 11% a menos sobre o rendimento na condição de visitante, de 12 triunfos. Já o empate só ocorruu em oito oportunidades.

Agora, na maioria das partidas, em 24 delas, o que corresponde a 67%, as redes não balançaram mais de três vezes. O feito aconteceu somente em 12 disputas, como nas goleadas de ASA, CSA e CSE sobre o Jaciobá nas primeiras três rodadas, mutuamente; e nos triunfos, por 4 a 1, do Tricolor de Palmeira dos Índios sobre o Gigante e do Alvinegro contra CRB.

No setor ofensivo e defensivo, o CSA teve a melhor campanha, com 25 gols anotados e somente quatro sofridos. Por outro lado, Jaciobá e Cruzeiro foram os "lanternas" no parâmetro, respectivamente. O primeiro foi vazado incríveis 22 vezes e segundo mudou o placar a seu favor apenas três vezes. A titulo de curiosidade, o Aliança foi quem empatou mais vezes (3), e o Murici tomou 29 cartões amarelos.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas

X