Último ato: CSA e CRB decidem título do Campeonato Alagoano neste domingo

Galo tem vantagem após vitória na primeira partida da final; Azulão precisa vencer por 3 gols de diferença para levantar a taça

CSA e CRB fazem, hoje, a grande decisão do Campeonato Alagoano de 2016. Após quatro meses de competição, oEestadual deste ano coloca mais uma vez, frente a frente, os dois maiores clubes de Alagoas. No início da noite deste domingo, o torcedor alagoano já saberá quem vai comemorar mais um título no gramado do Rei Pelé. E o Gazetaweb, como não poderia deixar de ser, vai acompanhar mais este jogão de bola, já a partir das 14 horas.
Com a vitória conquistada no primeiro jogo, no último domingo (1), o CRB entra em campo com uma importante vantagem. O time regatiano pode até perder por um gol de diferença e, ainda assim, vai faturar o seu 29º título Além disso, o Galo também joga pelo empate. Já em caso de vitória azulina por dois gols de diferença, a partida irá para a prorrogação. Persistindo a vantagem, o campeão será conhecido na série de cobranças de pênalti.
Azulão preocupado, mas confiante
Para o novo duelo frente ao maior rival, o técnico Oliveira Canindé teve dor de cabeça para remontar o time. Além de não poder contar com o lateral-esquerdo Rafinha, suspenso por ter tomado o terceiro cartão amarelo, o treinador azulino não confirmou Jean Cléber, volante que não treinou durante a semana por causa de lesão na perna direita. 
Em compensação, o atacante David Denner e o volante Panda se recuperaram de lesão e devem ser relacionados. Panda, inclusive, pode começar "de primeira" e atuando na lateral - sua posição de origem -, devido à ausência de Rafinha.  

Jean Cléber não treinou durante a semana e pode ficar fora da decisão - Foto: FOTO: Aílton Cruz / Gazeta de Alagoas

Porém, outro que pode ocupar a vaga de Rafinha é Bruno Santa Rosa. Se isso acontecer, Canindé deverá optar por David ou Escobar - ambos meio-campistas - entre os 11 que iniciam a partida. David, no entanto, levaria certa vantagem sobre o companheiro de equipe, já que vem sendo utilizado com um pouco mais de frequência.

Azulão precisa vencer o CRB por 3 gols de diferença para ficar com título - Foto: FOTO: Aílton Cruz / Gazeta de AlagoaS

E caso o treinador azulino decida deslocar Panda para a lateral-esquerda, há, ainda, a opção de Didira atuar como segundo volante, com Cleyton ganhando nova chance no time titular. Neste caso, o jogador assumiria a responsabilidade da criação, ao lado de João Paulo.
Galo "com a mão na taça"
E o CRB, do técnico Mazola Júnior, perdeu o meio-campista Dakson, que tomou o terceiro cartão amarelo. Porém, o treinador regatiano contará com as voltas do zagueiro Gabriel e do volante Matheus Galdezani. Além destes, o lateral-direito Marcos Martins, recuperado de lesão, treinou normalmente com o restante do grupo e também está à disposição. 

CRB venceu o primeiro jogo por 2 a 0 e deu passo importante rumo ao bi - Foto: FOTO: Aílton Cruz / GAzeta de alagoas

Já o volante Olívio, que saiu de campo machucado no primeiro duelo, está confirmado na equipe principal. Com isso, o comandante alvirrubro pode recorrer ao antigo esquema, optando por Bocão como meio-campista pela direita. Na defesa, apesar da consistente atuação no último domingo, Audálio deve dar lugar a Gabriel, enquanto Galdezani vira opção para a segunda etapa.
Caso Marcos Martins não seja titular nesta partida, Bocão deve seguir na lateral-direita. Neste caso, o setor de criação do Galo ficaria a cargo de Marcos Aurélio e do garoto Luidy, ambos com a missão de municiar Lúcio Maranhão, um dos artilheiros do Estadual, com oito gols.

Vantagem permite ao CRB o empate ou derrota por até 1 gol de diferença - Foto: FOTO: Aílton Cruz / Gazeta de Alagoas

Prováveis escalações:
CSA: Jefferson; Henrique Choco, Leandro Souza, Douglas Marques, Panda (Bruno Santa Rosa); Panda, David (Cleyton), Didira, João Paulo e Luis Soares; Rafael Oliveira.
CRB: Juliano; Bocão (Marcos Martins), Diego Jussani, Gabriel e Diego; Olívio, Somália, Rivaldo, Marcos Aurélio e Luidy (Bocão); Lúcio Maranhão.