Tentando voltar ao G-4, CRB visita o Botafogo pela Série B do Brasileiro

As duas equipes medem forças nesta sexta-feira (8), no Engenhão, às 19h; o aguardado confronto valerá pela 29ª rodada da Segundona

O CRB enfrenta o Botafogo nesta sexta-feira (8), no Engenhão, às 19h. O aguardado confronto valerá pela 29ª rodada da Série B do Brasileiro. A equipe regatiana viajou, na noite de quarta-feira (6), para o Rio de Janeiro, onde treinou para manter o futebol afiado e tentar retornar ao G4.

Cenário

O time regatiano empatou na última rodada com o rival CSA e acabou caindo uma posição na tabela. Agora, o clima no CRB é de confiança, como comentado pelo professor Allan Aal, após o clássico. Porém, o time tem que batalhar e aprimorar as jogadas para voltar a emplacar gols e sair do sufoco. O Regatas está em quinto lugar, com 48 pontos, e é considerado o visitante mais amargo para o paladar dos anfitriões. Nas últimas cinco rodadas, o time alagoano ganhou duas, perdeu uma e empatou duas vezes.

Já o Fogão é o melhor mandante da temporada e, até agora, está também com 48 pontos, porém, em terceiro lugar. O time alvinegro vai para o embate após uma derrota sofrida contra o Avaí, por 2 a 1, de virada. Anteriormente, o rival alagoano do CRB ganhou de 2 a 0 do time alvinegro, que, por sua vez, não pretende cometer o mesmo erro contra um alagoano.

Marthã briga com Claudinei por vaga no time titular - Foto: Ailton Cruz

CRB

O Galo tem alguns problemas para enfrentar a Estrela Solitária: a falta de Pablo Dyego, atacante que está suspenso pelo terceiro cartão amarelo que recebeu contra o CSA, e nove jogadores pendurados com dois cartões. Dentre os pendurados, estão os atacantes Diego Torres e Alisson Farias, este que, possivelmente, irá substituir Pablo Dyego como titular.

Em entrevista, Nicolas Careca disse que, para enfrentar o Botafogo, o time está “redobrando o nosso foco, para a gente não ser pego desprevenido”, e completou dizendo que o CRB vai tentar aumentar a intensidade, para criar mais volume de jogo, já que o time do Rio gosta de trabalhar aproveitando as falhas do adversário para criar contra ataques poderosos, principalmente em casa.

Nicolas Careca ainda ressaltou na entrevista o que todos os torcedores pedem e cobram do jogador: a falta de assertividade em campo, já que, em 14 partidas, o atacante só marcou um gol. Nesta reta final, o peso de um gol é mais que importante para o retorno do clube ao G4.

O técnico Allan Aal disse, em coletiva, após o último jogo: “Estamos no caminho certo e, caso se mantenha dessa maneira, vamos atingir o nosso objetivo.”

Uma possível escalação do Galo para este confronto é: Diogo Silva; Reginaldo, Gum, Caetano e Guilherme Romão; Claudinei (Marthã), Jean Patrick e Diego Torres; Jajá, Alisson Farias e Nicolas Careca.

Ataque do Botafogo chegando em Diogo Silva, goleiro do CRB no primeiro turno - Foto: Ailton Cruz

Botafogo

O melhor anfitrião da Série B tem 65% de chances de chegar ao tão sonhado acesso. O time é considerado um dos maiores do País e tem alguns reforços para este jogo contra o Galo.

O atacante Ronald, que se machucou no primeiro turno, justamente na partida contra o CRB (onde o time alagoano se consagrou vitorioso, por 2 a 1), retorna exatamente no mesmo confronto. O jogador comentou sobre a volta aos campos, após se recuperar de uma lesão no tornozelo direito: "Coincidência estar retornando logo contra o time em que eu machuquei, mas não quero lembrar disso". E completou: “É passado e estou aqui para ajudar o Botafogo a conquistar o título. Se não der, que seja o acesso, que é nosso principal objetivo”.

O time fluminense tem outros reforços disponíveis para o técnico Enderson Moreira: o meio-campista Pedro Castro, que machucou a panturrilha direita no confronto com o Náutico, pode retornar no embate contra o Galo. Além de Pedro, o zagueiro Kanu, que estava suspenso contra o Avaí, na última rodada, também será um possível recurso para o técnico.

O Bota tem a seu favor dois atacantes extremamente habilidosos, que estão entre os dez maiores artilheiros da temporada. São eles: Rafael Navarro, em terceiro lugar, com dez gols; e Chayene Santos, em 5º lugar, com 8 gols - mesma quantidade do atacante Diego Torres, do CRB.

Uma possível escalação da Estrela Solitária é: Diego Loureiro; Daniel Borges, Carli, Gilvan e Carlinhos; Barreto, Luís Oyama e Chay; Diego Gonçalves, Marco Antônio e Rafael Navarro.

Arbitragem

O líder da partida será o piauiense Antônio Dib Moraes de Sousa (AB-PI), que será assistido por Rogério de Oliveira Braga (AB-PI) e Mauro Cezar Evangelista de Sousa (AB-PI). O quarto árbitro será Yuri Elino Ferreira da Cruz (CD-PI).