Série B do Alagoano retorna nesta quarta (8), com duelo Miguelense x CEO, em Maceió

Após campeonato ser suspenso por conta das chuvas, equipes se enfrentam na Ufal

Muito tempo de espera, mas o Campeonato Alagoano da Série B está de volta! Nesta quarta-feira (8), às 15 horas, Miguelense e CEO se encontram, marcando o grande retorno da competição, que havia sido suspensa por conta das chuvas que atingem Alagoas. O embate acontecerá no Estádio da Ufal, em Maceió, já que o Ferreirão, em São Miguel dos Campos, está impossibilitado de receber partidas. Vale ressaltar que as equipes se enfrentam pela 5ª rodada, já que a 4ª ainda não tem datas definidas.

Panorama

Os clubes dividem situações parecidas na tabela de classificação, com os mesmos números, inclusive. O Verdão está em quinto lugar, com apenas três pontos. Entretanto, vem de uma dura derrota para o FF Sport, fora de casa. Ainda sonhando com uma vaga no G4, o resultado no confronto direto é providencial para seguir com chances.

O CEO está bem parecido com o rival de logo mais. Também com três pontos em três confrontos, o time sertanejo não vence há dois jogos, já que perdeu para o Coruripe e Penedense respectivamente. Uma das camisas mais pesadas do campeonato, o time de Olho d'Água é o sexto colocado e só fica atrás do Miguelense pelo saldo de gols.

Ufal receberá confronto pela Segundona do Alagoano - Foto: Ascom/Ufal

MIGUELENSE

Com um dos elencos mais reduzidos da Série B do Alagoano, o Miguelense foi muito prejudicado pelo período de chuvas. Primeiro, porque o clube não poderá mandar seus jogos no Estádio Ferreirão, em São Miguel dos Campos. A cidade, inclusive, foi uma das mais afetadas pelos temporais. Por conta disso, o Verdão do Agreste mandará seus jogos na Ufal, em Maceió.

Já dentro do elenco, outros problemas também chegaram. Segundo o presidente Melk Duque, quatro atletas deixaram o elenco. Os dois primeiros foram embora quando o campeonato parou, os outros dois, deixaram a equipe nessa segunda (6), porém, os nomes não foram revelados. Com isso, Hélio Miranda terá um elenco ainda mais curto para utilizar.

Na derrota para o FF Sport, por exemplo, apenas 19 atletas foram relacionados. Com isso, estima-se que apenas 14 estejam disponíveis, já que o lateral direito Juan Victor está suspenso, após ter sido expulso.

CEO

A vida do CEO também não foi muito fácil durante o período chuvoso. O Estádio Édson Matías, em Olho d'Água das Flores também foi afetado, prejudicando os treinamentos da equipe no local. Foram cerca de 16 dias de campeonato interrompido, e o Tricolor do Sertão só conseguiu treinar em sua casa nos últimos dois dias que antecederam a partida contra o Miguelense.

No elenco, porém, não houve mudanças. Nenhum atleta saiu, porém, também, nenhum chegou para compor o jovem elenco. Sem jogadores suspensos, Nevada Silva tem força máxima para buscar a sua segunda vitória na competição. O CEO precisa vencer e secar o FFS, contra o Penedense, para terminar a rodada dentro do G4.

Guiado por bons jogadores, como Luiz Guilherme e Índio, o desempenho em campo tem sido bom, porém, super prejudicado pelos campos pesados, já que a equipe costuma usar a velocidade.

Arbitragem

Filipe Wanderley Urubá (FAF) apita o confronto. Francisco Raimundo Freitas Jr. (FAF) e Jéssica Alves Bomfim (FAF) ficam como assistentes. Massau Claudino do Nascimento (FAF) será o quarto árbitro.